Louca sua miga

terça-feira, 28 de março de 2017

Livro "A Rosa do Inverno" - Patricia Cabot

LIVRO "A ROSA DO INVERNO"
A Rosa do Inverno é meu segundo livro lido da Patricia Cabot. O primeiro foi Pode Beijar a Noiva, que a Mar também leu. Vou deixar aqui o vídeo dela sobre o livro. (AQUI)

O ENREDO DO LIVRO

Edward Rawlings quer viver seus dias de libertino em paz. Como segundo filho, ele nunca teve a pretensão em assumir o título de duque de Rawlings. Já faz anos que seu irmão mais velho John morreu e seu pai acaba de morrer também. Como é o único filho vivo, ele poderia assumir o título, porém ele não quer isso. Não deseja ter todo o trabalho que o ducado lhe traria. Então decide fazer o último desejo de seu pai: trazer o filho ilegítimo que John teve com um a escocesa há 10 anos para o Solar Rawlings.

Depois da morte do pai, Peggen MacDougal cria sozinha seu sobrinho Jeremy no casebre da igreja. Vivendo de favor pela ‘bondade’ do novo vigário, ela sabe que a situação em que vive é de extrema pobreza e que não há muitas perspectivas. Ela sabe que é questão de tempo para que as coisas possam piorar, principalmente quando o novo vigário a pede em casamento. Peggen não quer se casar para se salvar da miséria, principalmente com um homem, que apesar de ser da igreja, não olha para todos com olhos de bondade.

O destino decide intervir na vida de Peggen quando Edward surge com muitas promessas sobre o futuro dela e de Jeremy. No entanto, isso não se torna uma tarefa fácil quando essa tia do futuro duque não quer sair de Aberdeen, na Escócia. Peggen detesta os aristocratas e não quer saber de sair de sua casa. Porém, sem muita opção com sua atual condição de vida, ela aceita relutantemente ir para o Solar Rawlings. Ela sabe que não pode negar o que é de Jeremy por direito.

LOMBADA
Lord Edward Rawlings é o tipo de homem que não aceita ‘não’ como resposta. Um libertino nato, não liga para a opinião dos outros e está sempre a se divertir com seus amigos. Sempre que possível dando festas e reuniões em sua casa e acompanhado de sua mais nova amante lady Arabella Ashbury. Apesar de ser um homem bondoso, Edward tem esses defeitos em seu caráter, mas a entrada de Peggen MacDougal em sua vida, muda muito as perspectivas dele sobre como ele vê as coisas.

NARRAÇÃO E EDIÇÃO FÍSICA

Olhem essa capa, não está linda!? Com essas rosas que a rodeiam e parte do vestido vermelho. O acabamento da capa e as folhas amareladas, tudo muito bem cuidado para essa bela edição. O livro é narrado todo em terceira pessoa com o foco principal em Edward e Peggen, mas vez ou outra algum  personagem secundário tem sua voz.

O LIVRO NO GERAL

Muitas vezes tive vontade de sacudir Edward. Que homem mais impertinente! Por ser um lorde, sempre se achou no direito de mandar os outros fazerem o que ele quer e não é diferente quando encontra Peggen. Mas o bom é que ela tem se cuidado sozinha por muito tempo e não se deixa levar pelos acessos de Edward. Ela sabe muito bem contorná-los.

Apesar de ter crescido com o pai, Peggen teve que aprender a ter responsabilidades muito cedo, por conta de ter tido à responsabilidade de cuidar de seu sobrinho Jeremy quando ela tinha apenas 10 anos. Uma criança cuidando de outra.

LIVRO "A ROSA DO INVERNO"
Gostei muito de Peggen. Por ser filha de um vigário da igreja, ela tem o bom senso de modos e está sempre disposta a ajudar os mais necessitados, mesmo ela sendo uma necessitada também. Em contra partida, a ser filha um vigário, Peggen é bastante liberal e não quer saber de casamento. Ela viu como o casamento levou sua irmã e seu cunhado à ruína. Ela não quer isso para si, o que deseja é fazer o bem e cuidar de Jeremy. Peggen também é uma leitora voraz e com muitas convicções políticas, ela detesta os modos dos aristocratas que apenas tratam o povo com desprezo com suas leis e que não favorecem os mais necessitados. Tudo isso é o que faz dela uma personagem maravilhosa e ativa!

O romance de Edward e Peggen surge pouco a pouco, a atração deles é inegável, mas a entrega do coração começa devagar e foi me conquistando. Com um passado marcado de Edward, ele vai se abrindo para o amor de modo muito resoluto. É muito bonito ver o amadurecimento do personagem, apesar dele cometer alguns erros no caminho. E alguns outros segredos vão sendo revelados também...

Com um romance fofo e maravilhoso, Patricia Cabot sabe muito bem conduzir seus personagens a um final lindo e satisfatório. Esse é um romance de época mais que recomendado por mim.

A Rosa do Inverno faz parte da duologia Rawlings. O segundo livro é O Retrato do Meu Coração que foi lançado pela Editora Record. Muita gente confunde e acredita que alguns dos outros livros da autora fazem partes dos Rawlings, mas na verdade são apenas livros avulsos da autora. No futuro eu trago a resenha desse segundo livro para vocês.

LIVRO "A ROSA DO INVERNO"

CURIOSIDADE:


Para quem não sabe Patricia Cabot é na verdade um pseudônimo da autora Meg Cabot. O pseudônimo lhe deu liberdade de escrever estilos diferentes no mundo da literatura.

18 COMENTÁRIOS:

  1. Nunca li nada da autora, nem da Patricia e nem da Meg, embora tenha alguns livros na minha estante. Eu achei essa capa muito bonita e parece que a rosa é té de verdade, de tão boa que ficou a arte gráfica. Fiquei curiosa com a duologia e espero poder ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Sou louca nesse livro, tanto que não consigo me desfazer dele.
    Sempre que leio a lombada na estante, tiro e dou umas relidas rs. <3
    Ótima resenha Cris. :)
    Obrigada pela visita no Blog As Meninas Que Lêem Livros.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não cheguei a ler livros dessa autora, mas me interessei bastante por esses personagens, ainda mais pelo Lorde. Gosto de ver o amadurecimento e o desenvolvimento dos personagens ao longo da história. Ainda mais com romances que crescem pouco a pouco.
    Espero logo poder ler ambos!
    Gostei do texto e obrigada pela dica :)
    Beijos,
    As Meninas Que Leem Livros~

    ResponderExcluir
  4. Já gostei logo de cara do livro, a começar pela capa que realmente é muito bonita. A trama em si me agrada pois gosto muito de estórias de época e de mulheres fortes e que não se deixam dominar por homem nenhum.
    Sua resenha foi bem descritiva e elaborada.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Nunca li nada da Patricia, mas li da Meg e gosto muito. Preciso conhecer a escrita dela nesse genero, acredito que seja muito bom, pelo ao menos nas resenhas lidas incluindo essa o resultado são sempre positivos.
    curiosa.
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  6. A Meg é demais! Minha autora favorita ever! Essa mulher consegue escrever sobre tudo e no final é tudo maravilhoso! HAhahha
    Ainda não li este livro, mas adorei a sua resenha e sendo da minha autora favorita é difícil eu não gostar!

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Ainda não li nada da Patricia Cabot e morro de vontade, pois a escrita da Meg é maravilhosa.
    Gostei de o romance entre os dois acontecer de forma lenta e a atração ser inegável é um ponto mega positivo. Espero ter a oportunidade de ler esse livro em breve e escrever uma resenha tão encantadora como a sua.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas eu já comprei o meu exemplar. Gostei de mais dos outros livros que li da autora como Patricia Cabot, onde sempre tem algo divertido e um romance de suspirar.
    uma ótima indicação.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem? Não li nada da autora ainda, mas tenho curiosidade. Amo romance de época e gostei da premissa desse, é difícil me decepcionar com livros desse gênero e quero muito conferir esse romance fofo e maravilhoso como você descreveu. Ótima resenha e obrigada pela dica, beijos.

    ResponderExcluir
  10. Minha linda e maravilhosa Meg Cabot arrasando como sempre! Eu não sabia que existia uma continuação desse livro, eu li ele faz muito tempo um dos primeiros livros que li na minha vida de leitora e agora sabendo que tem continuação com certeza irei atrás para ter os dois exemplares comigo! Fico feliz que tenha gostado da leitura!

    BJss

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Já li esse livro e fiquei encantada com esse casal. Apesar de achar que a atração entre eles surge muito rápido, o romance mesmo é gradual. Eles vão se conhecendo e se apaixonando aos poucos. A única coisa é que, como você, eu também sentia vontade de sacudir o Edward. Que homem mais mandão e teimoso! Mas ainda bem que ela consegue contornar esse gênio dele hahaha.
    Adorei a sua resenha e acho este livro uma ótima dica mesmo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Cris

    Eu adorei sua resenha, mas quando se trata de RE eu gosto de tudo! Hahaha
    Só vou ter que discordar de você em relação a capa, que achei bem feia, essa fonte usada me deu até gastura.
    Nunca li nada da autora, mas esse livro em questão despertou meu interesse, e acho que eu gostaria bastante da Peggen.

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. OOi!
    Ameei a indicação!
    Romance de época se tornou um dos meus gêneros preferidos. (Obrigada, Quinn!!!)
    Fiquei bastante curiosa para conhecer essa história e acompanhar esse romance. Gosto quando os protagonistas vão se entregando ao pouco, embora a atração seja quase que instantânea.
    Dica anotada!
    Assim como a coleguinha aqui em cima, discordo em relação a capa. kkkk A foto está linda, mas a fonte... E esse contorno...
    Mas o que importa é o conteúdo, certo?
    beijoos!

    ResponderExcluir
  14. Olá Crislane,

    Nunca li nada da Meg Cabot acredita? Fico doida toda vez que vejo uma resenha sobre algum livro dela, mas no fim das contas ele se perde na pilha de livros por ler. E quando o casal do livro tem química a história flui fácil. Dica anotada.

    Beijos e obrigada pela resenha
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu nunca li nenhum romance de época da Meg, mas como seus outros livros sempre me cativam, estou bem ansiosa para poder ler esse. Romance de época é meu gênero preferido de todos e a premissa é diferente do que estou acostumada. Gosto como os romances da Meg fluem. As vezes não dou nada pelo casal, emburro mesmo, falo que não vou shippar e nas págins seguintes estou arrumando o enxoval. Essa mulher tem um poder sobre mim haha
    Amei a resenha e capa está mesmo muito linda.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi.

    Já tinha ouvido falar dessa autora, mas nunca li nada dela ainda. Estou querendo ler um outro livro dela que vi essa semana no Skoob, vou tentar ler esse mês ou no próximo. Já anotei mais este livro da autora para ler também. Adorei a premissa e espero que eu goste dele e do outro que você citou no começo da resenha.

    ResponderExcluir
  17. Oiii!!!
    Confesso que nunca li nada da autora, apesar de já ter ouvido falar muito bem dos livros dela. Apesar de estar fugindo de romances no momento, este livro chamou a minha atenção. Gostei da trama toda. Fico pensando em como deve ter sido dificil para a Peggen ter que crescer tão rapidamente, por causa das responsabilidades que foram atribuídas a ela. Acho que esse livro tem algum diferencial, por que fiquei com muita vontade mesmo de ler. Gostei muito da sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá
    eu nunca li nada da autora com esse nome, mas já ouvi falar bem de alguns livros. Eu não leio romances de época mas até que abria uma exceção por essa autora maravilhosa, adorei sua resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016