Louca sua miga

sábado, 5 de novembro de 2016

Livro "Pensei Que Fosse Verdade" - Huntley Fitzpatrick - Resenha

CAPA DE PENSEI QUE FOSSE VERDADE

ENREDO DO LIVRO

Gwen Castle morou a vida toda na Ilha de Seashell, Connecticut, e tudo o que ela queria era sair de lá quando formasse, principalmente depois da primavera desastrosa que ela teve. Gwen passou a primavera sendo uma reclusa e finalmente quando chegaram as férias de verão, ela não ganhou uma trégua da vida.

Cassidy Somers mora em Stony Bay, cidade vizinha à ilha de Seashell. De família rica, Cass não precisa trabalhar, mas como castigo definido pelos pais por ter sido expulso da antiga escola por baderna, ele vai trabalhar na ilha como faz-tudo. Três meses aparando grama, arrancando erva daninha e tudo mais que fosse necessário na parte rica da ilha.

Gwen trabalhava com o pai em Stony Bay todos os verões, mas nesse verão ela resolveu trabalhar como cuidadora da senhora Ellington, uma moradora rica da ilha. Logo nesse verão, o cara com que ela se envolveu na primavera, vai trabalhar na ilha como faz-tudo. Já não bastasse tê-lo visto todos os dias na escola, agora ele vai invadir ainda mais o seu mundo. Gwen e Cass inevitavelmente se encontram muitas vezes e a cada encontro a tensão entre eles era muito palpável.

MARCADOR LINDO
Esse casal parece ter sido feito um para o outro e só eles não viam isso! Até que possam sentar e conversar abertamente sobre a primavera passada, eles não vão conseguir ficar juntos.

Em meio ao drama de Gwen e Cass, temos outros personagens que ganham espaço, porém dois deles tiveram destaque para mim: Emory e senhora Ellington. Emory é o irmãozinho de Gwen. Ele tem uma doença que o impede de se desenvolver corretamente e não existe um diagnóstico da causa. A relação de Gwen com ele é algo lindo de se ver. Com apenas 17 anos, Gwen teve que amadurecer muito rápido para ajudar a família e a maneira como ela cuida de Emory é muito bonita. A senhora Ellington é adorável. Essa dá ótimos conselhos e ainda adora um romance erótico. Melhor pessoa!

"Sim, é extremamente difícil para duas pessoas serem francas uma com a outra. Sentimos medos, ficamos constrangidos... queremos que os outros tenham uma boa opinião sobre nós. Fui casada por cinco anos com o capitão antes de ele me confessar que nunca tinha comandado um navio. Que, na verdade, os navios o deixavam mareado. Eu achava que ele devia ter tido uma má experiência  na guerra e que era por isso que não queria saber de passeios ou viagens marítimas. Mas ele nunca tinha estado na marinha... bem, estou digredindo.Talvez, querida Gwen, você pudesse, em vez de ver uma mentira como forma de traição, pensar no quanto é raro e maravilhoso quando dois seres humanos conseguem dizer a verdade um ao outro." Página 314

CAPRICHO NA EDIÇÃO

NARRAÇÃO E EDIÇÃO FÍSICA

Gwen é nossa narradora e vai nos revelando pouco a pouco sobre suas lembranças da primavera passada e momentos de sua infância com os amigos. A edição da Editora Valentina está muito bonita. No início de cada capítulo a primeira palavra ganha um destaque e a cada canto de página temos um coração muito fofo. O que mais chamou a minha atenção foi a lombada colorida. O livro fica lindo na estante!

O LIVRO NO GERAL

Tão bom quando você já começa a leitura de um livro se conectando com os personagens e seus dramas. Quanto mais eu avançava na leitura do livro mais curiosa ficava para saber sobre os acontecimentos que fizeram Gwen ficar reclusa. Vamos tendo noção de certas coisas, mas nada é esclarecido. Esse ar de mistério foi bem-vindo para mim durante a leitura. Mas o livro não é só o drama do passado de Gwen.

Pensei Que Fosse Verdade é um livro cheio de emoção e amor familiar. No livro, a autora fala sobre a vida sexual dos adolescentes de maneira leve e direta. O fato de Gwen ser bem entendida sobre o assunto foi algo que me chamou atenção, mas de uma maneira positiva. Geralmente as mocinhas são puritanas e ter Gwen como uma protagonista mais experiente deixaram as coisas mais verossímeis.

O livro tem uma boa escrita. A leitura é leve, mas com reflexão. Adorei as frases de efeito! Os dramas adolescentes são bem construídos e abordados de maneira simples. Huntley Fitzpatrick trata de temas adolescentes sem pesar a mão ou forçar a barra. Sua protagonista apesar de cometer erros, não é cheia de frescura demais e não perde o fio da meada. Esse foi meu primeiro contato com a escrita da autora e foi muito bom ter tido a chance de ler esse livro. E claro que quero ler mais livros dela.

FOFURA DE LIVRO
Seu primeiro romance lançado Minha Vida Mora Ao Lado, já está minha lista de leitura e foi lançado também pela Editora Valentina. O livro ganhou o prêmio de Melhor Romance Juvenil pela YALSA e foi finalista do prêmio RITA. Minha curiosidade foi aguçada!

18 COMENTÁRIOS:

  1. Olá
    Eu nao conhecia esse titulo, mas fiquei bem interessada depois de ler seus comentários e a premissa parece ser ótima. Achei a capa bem bonita e fiquei bem curiosa quanto ao desenvolvimento, seja pela parte da ambientação quanto personagens, entre outras características. É um gênero que chama muito a minha atenção, um dos que eu leio com frequência na verdade, e pelo que pude compreender por aqui, os elementos são ótimos. Espero poder ler em breve, e obrigada pela indicação!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!! :)

    EU não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste!! :) Deixou-me algo curioso e talvez venha a ler em breve...

    Bem, acho ótimo que seja bem escritoe uma leitura leve, com reflexão a mistura!! :) E acompanhemos a historia dessa família!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  3. Oii

    Eu já conhecia esse livro, e juro que pensei que era outro tipo de leitura e cheguei até a descartar a mesma. Mas sua resenha me fez ver o livro com outros olhos, fiquei até interessada em ler.
    Possivelmente lerei futuramente.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  4. Olá amore,
    Não conhecia ainda o livro mencionado, mas já fiquei um pouco curiosa pela leitura.
    Que resenha linda, e fotos ainda mais lindas!
    Adorei a maneira que divide sua resenha... parabéns!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie! Tudo bem?
    Estou louca para conhecer a história desse livro, já li o primeiro que foi lançado da escritora e estou ansiosa para esse, espero gostar da leitura tanto quanto gostei do primeiro! E que a história seja tão linda e fofa como a do Minha Vida Mora ao Lado *--*
    Bjss

    ResponderExcluir
  6. Oi Crislane, tudo bem?
    Já tinha visto esse livro por aí, mas a sua resenha é a primeira que leio sobre e apesar de a premissa sugerir um romance clichê, já que os personagens não se batem no começo do relacionamento, fiquei curiosa. Gosto quando esses romances envolvem outros temas importantes também, como o drama familiar. Dica anotada!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu conheço a premissa da história a um tempo, mas não sinto vontade de ler desde que recebi um spoiler contando quase toda a história (é horrível quando isso acontece), adorei a resenha e suas considerações; mas não lerei a história, e vou indicar que acho que vai adora-la.
    Beijos,Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Ainda não li nada da autora, mas já anotei o nome dela aqui.
    Gostei muito da sua resenha, ela conseguiu despertar meu interesse em ler o livro.
    O fato de a mocinha não ser puritana já é meio caminho andado para que eu goste do livro.
    E já adorei a senhora Ellington. Realmente me dão nos nervos esses machistas falando que mulheres que leem livros eróticos não têm uma vida sexual satisfatória. O mais interessante é que dizem isso depois de passar o dia inteiro assistindo e trocando vídeos pornô com os coleguinhas.
    Enfim, adorei e anotei a dica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. OOi!
    Já estou curiosa para saber o que aconteceu nessa tal primavera e, claroo, o que ainda irá acontecer. haha
    Ameei a resenha! Você arrasa, hem! kk
    Já havia visto o livro por ai, mas essa é a primeira resenha que leio. Mas já posso dizer que gostei muito e já vou até colocar entre os desejados.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Que bom que o leitor já começa a leitura conectando com os personagens e os sentimentos. E que a cada leitura o deixa mais curioso. Melhor ainda quando a história vem cheia de emoções. Não imaginava que o livro fosse tão bom, com uma leitura leve e com reflexões. Anotei a dica. Beijos'

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Confesso que não sou fã desse gênero de livros, mas achei interessante o fato de você falar que a mocinha não é bobinha, como é normal na maioria dos livros, me deixou um pouco curiosa com a leitura, mas confesso que foi apenas isso que chamou minha atenção, infelizmente. Mas os pontos que você levantou são interessantes, só não me atraiu realmente.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Vi vários elogios sobre a obra e fico ainda mais intrigada ao ler que você se conectou rapidamente com os personagens e os dramas vivenciados por eles.
    A premissa é bem interessante e estou curiosa para saber tudo sobre Gwen e Cass, como se conhecem, os diálogos e como será o desfecho. Tenho grande curiosidade em saber se a autora é parente da Becca por causa do sobrenome rsrs

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Já anoitei para as futuras leituras de 2017 (esse e o outro que você citou). Amei a premissa, muito muito mesmo. E o fato da mulher ser mais experiente que o homem é um fato a favor da obra. Acho que nunca li um livro que tratasse dessa maneira. Já me apaixonei pela senhora Ellington, o quote mostra que ela é muito sábia e atiçou ainda mais minha curiosidade.
    Amei a resenha, ficou muito boa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Vi esse livro mas não me interessei muito por ele... Mas me interessei por minha vida mora ao lado, da mesma autora... e ainda não tive chance de lê-lo.

    A personagem principal parece ser cativante, mas acho que realmente me interessaria mais pela idosa! ea parece ser bem divertida!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  15. Olá!!!

    Gostei muito da sua resenha e o que mais me chamou a atenção na história é ela parece ser bem realista e com dramas que podem acontecer a qualquer pessoa, então,isso fez com que eu me interessasse pelo romance.

    Um beijão!

    www.facesemlivros.com

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem por aí?

    Gente, que capa linda! Eu costumo não gostar de livros com pessoas na capa, mas essa é muito bonita e harmoniosa... a capa é algo que sempre chama a minha atenção e eu adoro. Não é um dos meus gêneros favoritos, mas a história parece ser muito boa, principalmente pelo fato de você dizer que a autora trata os assuntos sem forçar a barra, sem pesar. Adorei a resenha, parabéns!

    Abraços.
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  17. Olá tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, mas gostei bastante da premissa. Sou apaixonada por romance e esse com certeza me chamo a atenção, principalmente pelo focorrido não ser totalmente o casal. Gostei dos personagens secundários imaginários e o quote que você separou é maravilhoso.
    Espero ler em breve.
    Bjs, Mila

    http://esquadrao-literario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016