Louca sua miga

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Livro "Quantum Break: Estado Zero" - Cam Rogers - Resenha

LIVRO "QUANTUM BREAK"
Não sei como vou conseguir me conter nessa resenha sem me empolgar tanto e acabar dando spoiler (não se preocupe, não tem spoiler!). O livro é muito surreal, mas muito bem alinhado em sua proposta.

eNREDO DO LIVRO

Quantum Break: Estado Zero se inicia em 4 de julho de 2010 com Jack Joyce, Paul Serene e Zed no Mirante de Bannerman em Riverport, Massachusetts, com um dos maiores chefões do crime da cidade. Will Joyce, irmão mais velho de Jack, mais uma vez se mete com as pessoas erradas e Jack tenta consertar com a ajuda dos amigos Paul e Zed, uma mulher misteriosa que chegou há alguns meses na cidade, mas já conquistou seu coração. Os acontecimentos daquele mirante são apenas um detalhe em tudo que irá se iniciar.

Seis anos depois, Jack está de volta à cidade a pedido Paul, que trabalha para a Monarch, uma corporação gigantesca envolvida em várias áreas da indústria dos EUA. Paul precisa da ajuda de Jack para fazer um experimento muito importante. Um experimento na máquina do tempo criada por Will. Apesar das muitas ressalvas de Will, sobre acreditar que a máquina está com um defeito e que pode danificar o tempo e espaço, Paul acredita que a máquina está funcionando muito bem e quer provar que o projeto não pode perder todos os investidores que tem. Porém, as coisas não saem como Paul esperava e o mundo em que todos conhecem não será mais o mesmo.

Com o erro na máquina, o tempo foi afetado. Pequenos lapsos sem tempo estão começando a ocorrer e isso é apenas o começo. O fim do tempo está próximo. Jack acabou sendo afetado pelo campo de cronum que a máquina soltou e de alguma maneira ele consegue parar o tempo. Essa habilidade vai lhe ajudar muito a conseguir consertar o erro que Paul cometeu, mas não será fácil já que a Monarch parece ter seus próprios planos sobre como agir.

“– Actual... ao menos um dos dois fugitivos do laboratório do tempo é cronum-ativo. Originalmente.
– Como?
– Estão vivos. Actul. Teletransportando. Sem equipamento de resgate, sem tecnologia de Atiradores. Alvo manifestou espontaneamente uma deformação no campo M-J de forma intencional. Verifique os vídeos. – Gibson pendurou a M32 no ombro, virou-se para o comandante do pelotão Guardião – Boa sorte.
E saiu pela porta.” Página 74

ORELHA DO LIVRO

NARRAÇÃO E EDIÇÃO FÍSICA

Essa capa de Quantum Break é belíssima. Tanto o material do qual é feita quanto a imagem. As folhas também são feitas de um material mais resistente. A Editora Planeta com o Selo Outro Planeta, está de parabéns pelo ótimo acabamento desse livro.

O livro foi escrito em terceira pessoa. Jack é o personagem principal de Quantum Break, mas não é único que tem uma visão dos acontecimentos. Vários outros personagens dão seu ponto de vista também. O autor narra e conecta a história a partir de vários aspectos que Jack sozinho não saberia.

Curiosidade

Quantum Break: Estado Zero surgiu a partir de um vídeo game de mesmo nome, mas esse livro não é como o jogo. O próprio criador do jogo nos conta no prefácio que o livro veio como um eco do próprio jogo, como uma outra versão, um espelho distorcido do game.

O LIVRO NO GERAL

Quantum Break é um livro de muita ação, mas também chega a ser um tanto confuso. É muito fácil se perder nesse enredo. O autor Cam Rogers escreve muito bem, mas com muito enfeite, o que deixa as coisas bem caóticas nessa leitura. Os detalhes sobre a viagem no tempo, tanto indo ao futuro quanto ao passado durante a leitura assim como: a doença dos Deslocadores e, entre outras coisas mais, torna tudo muito maluco, mas muito interessante. Cam Rogers não deixa ponto sem nó.

O livro tem uma leitura bastante densa e longa. No entanto, você não deve desistir. Os pontos que parecem não ter sentido vão se encaixando. Imagine ter que ligar tantos pontos para conectar cada detalhe que não faria sentindo sozinho. Ah! O livro situa o leitor em datas, horários e locais de cada acontecimento. Todo o enredo deve ter dado um trabalho imenso ao autor. Os fãs de ficção-científica e viagens no tempo vão curtir muito esse livro. Você que leu o livro e gostou, entre em contato comigo, por favor. Preciso muito compartilhar minha experiência de leitura com alguém, com direito a teorias e muitos spoilers. 

CAPA DE "QUANTUM BREAK"

7 COMENTÁRIOS:

  1. EU estava mesmo vindo comentar que achei o trecho que vc postou muito confuso. E foi um trecho de tres ou quatro linhas hahahaha EM geral eu gosto muito mesmo de ficção cientifica e por esse motivo o livro me chamou a atenção. Porém, pela sua resenha ele já me pareceu confuso...e no fim você confirmou isso. O livro não é uma das minhas prioridades na leitura, mas se ele cair em minhas mãos eu com certeza vou ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha... É um livro muito doido, Fernanda, mas vale a pena. o/
      Se tiver a oportunidade , leia sim.

      Excluir
  2. Olá! Não gosto de livros de ficção científica e games, por exemplo, então de forma alguma eu me interessaria por ele.... ainda mais vc dizendo que ele é confuso muitas vezes.... sei lá, Não é pra mim. A capa não me chamou a atenção. Bju

    ResponderExcluir
  3. Olá ♥
    A capa é linda, a premissa é boa , mas lendo suas considerações fiquei um pouco receosa com a leitura. Entendo que o tema as vezes é um pouco confuso mesmo, mas quando você disse que é muito facil de se perder no enredo eu já fiquei desanima, pois livros assim nós devemos entender tudo para não ficarmos nos questionando isso e aquilo. O fato da narração ser em terceira pessoa é algo que eu particularmente não gosto. Gostei muito da sua resenha muito bem detalhada. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie, achei a diagramação da capa um arraso, porém, o livro não me chamou atenção, porque não gosto de livros desse gênero pois me perco facilmente e fico muito confusa, aí acabo arrastando a leitura, é uma pena pois a história parece legal. Mas gostei bastante de como você transcreveu a sua resenha, irei passar a dica pra amigos que curtem gêneros assim. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá!! :)

    Eu não fazia ideia da existência deste livro mas fiquei super curioso em fazer a leitura!! :) ahah Adorei conhecer e ler a resenha!!

    Fico a espera de ler mesmo! Concordo que a capa esta top! E não sabia que o livro vinha de um videojogo! Pena que seja confuso no enredo...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  6. eu conheço o jogo mas não sabia do livro...realmente, essa edição está lindíssima... vou tentar encaixar nas futuras compras...curto enredos do gênero...
    eu amo histórias com o elemento 'máquina do tempo', me deixam completamente inserida na trama...
    bjs :D

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016