Louca sua miga

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Livro O Monstrologista - Rick Yancey - Resenha


Se não fosse a indicação de um booktuber ou não tivesse escrito por Rick Yancey, essa capa de O Monstrologista teria me chamado atenção. Fazia um bom tempo que eu queria ler esse livro e agora tive a oportunidade.

ENREDO DO LIVRO

Século XIX, Nova Jerusalém, em Nova Inglaterra, EUA. Will Henry é um menino de 12 anos, nos anos de 1888 e que já viu mais horrores do que muitas pessoas mais velhas. Ele é assistente de um monstrologista, uma pessoa que estuda a vida dos monstros que são seres desconhecidos pelos humanos. Mas como um garoto dessa idade acaba passando por tudo isso e sendo assistente um monstrologista?

Há um ano, Will perdeu os pais em um misterioso incêndio. Órfão, ele vai morar com o cientista monstrologista, doutor Pellinore Warthrop, o homem a quem seu pai era inteiramente leal. O doutor foi o chefe de seu pai e Will se vê como assistente dele no meio de sua peculiar especialidade.

Aqui nossa aventura começa com um Will sendo acordado de maneira brusca pelo doutor, o que não é novidade para ele. Um estranho aparece na porta trazendo um espécime de monstruosidade: um Antropófago. Um monstro carnívoro que não tem cabeça como a nossa, mas com olhos e dentes de tubarão, além de ser extremamente ágil. Um animal grotesco que não quer se ver em seus piores pesadelos, pois sua dieta alimentar consiste em carne humana.


“Os olhos negros e sem pálpebras localizadas nos ombros e a boca aberta cheia de presas encravada no meio do peito lembravam, mais que tudo, um tubarão.” Página 26

Mas o que esse espécime estava fazendo em Nova Jerusalém? Eles não eram nativos das Américas. Então como chegaram lá, quem os levou e qual o propósito? E a pior pergunta de todas: quantos deles existem na região? É seguindo essas perguntas que Will vai sendo arrastado por doutor Pellinore ao fundo dessa aventura.

NARRAÇÃO e Edição física

A edição do livro está maravilhosa! Toda a diagramação está bem bacana e a capa chama muito atenção. O livro é contado através das memórias de Will: são trinta diários ao todo e apenas parte dele nos é transcrito pelas mãos de um homem desconhecido, aparentemente um autor. Os relatos aconteceram há 119 anos em relação ao ano em que foram encontrados, em 2007.

O LIVRO NO GERAL


Por muitas vezes senti vontade de entrar no livro e estapear o doutor Pellinore. Esse monstrologista não media esforços para alcançar seus objetivos e por sua mente brilhante ser voltada apenas para o trabalho, ele não conseguia olhar para o pequeno Will como apenas uma criança. Coitadinho do Will! Era sempre arrastado para as tarefas que o doutor Pellinore queria que ele fizesse. Iam de uma simples arrumação na casa até perseguir um antropófago assassino, além do fato de não ser bem tratado pelo doutor em muitas ocasiões. Entretanto, Will sempre aguentou tudo muito bem. Sua lealdade para com o doutor sempre foi muito firme e isso só o torna um personagem admirável para mim.

Um fato que deixou tudo bastante interessante, foi que o autor desconhecido, aquele que recebeu os diários, não sabe se todo esse relato foi verdadeiro ou não. Óbvio que ele acredita que foi tudo ficção já que muitas referências dos diários não são encontradas em sua pesquisa sobre a veracidade dos relatos, porém apenas um certo personagem nesse livro foi real naquela época. Será que isso significa que os diários não eram pura ficção?


Apesar da capa e do protagonista ter 12 anos, não recomendo o livro para crianças que se impressionam fácil. Rick Yancey não poupa descrição dos acontecimentos ao redor mesmo nos momentos de muito sangue e carnificina. O livro é bastante longo e descritivo em demasia. Em certos momentos, as descrições ficam um pouco tediosa, mas nada que tire o brilho dessa história tão bem escrita. Rick Yancey sabe muito bem como entreter seu leitor. Ele também é autor da trilogia A 5ª Onda, resenha dele o blog. (aqui) Adorei esse livro! <3

O livro foi um carrossel de sentimentos. Em um momento estava brava com o doutor, em outro estava compadecida com a situação de Will, em outro estava horrorizada com a carnificina dos Antropófagos. Você que adora reviravoltas não pode perder a leitura desse livro cheio de mistério, aventura, ação e sangue. ;)

O Monstrologista faz parte da série de mesmo nome e tem mais três livros, todos já lançados aqui no Brasil! Ah! Dando uma olhada em informações adicionais sobre o livro, encontrei uma notícia antiga de que a série iria virar filme nas mãos da Warner Bros. Bom, a notícia foi de 2014 e até agora nada. Vamos torcer para que a ideia dê certo! o/


2 COMENTÁRIOS:

  1. Sabe que eu podia jurar que esse livro era da darkside???? Tenho bastante interesse nele, ainda mais depois de saber que ele é cheio de descrições (não é atoa que meu autor favorito é tolkien) e de ver a foto da ilustração. Espero que no decorrer do livro tenham outras!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda!
      Infelizmente, o livro não tem ilustrações como eu gostaria. O foco dá história está mais na narração mesmo. Se você gosta de livros descritivos, então vai curti esse. ;)
      Beijão!

      Excluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016