Louca sua miga

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Livro A Queda da Casa de Usher - Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe
HQ clássico de Edgar Allan Poe

Hoje trago resenha da HQ A Queda da Casa de Usher do Edgar Allan Poe. Quando solicitei a HQ não sabia o que esperar, só sabia que o Poe era muito famoso, então mantive minhas expectativas neutras e fiquei imaginando o que poderia conter aqui e o que posso adiantar é que gostei bastante.
A editora Farol Literário lançou vários contos do Edgar Allan Poe em forma de HQ e eu simplesmente quero todas!

O Enredo e a Narração

Em "A Queda da Casa de Usher" somos apresentados há um momento da vida de Roderick Usher. No entanto, os fatos são narrados pelo ponto de vista do seu amigo do qual não sabemos o nome e o mesmo não é dito em momento algum da HQ.

A queda da casa de Usher
A Queda da Casa de Usher

Roderick está com um grande problema: sua irmã está definhando e não há nada que se possa fazer. Assim, esperando apenas o momento da morte, seu amigo (sem nome) tenta animá-lo e começa a passar um tempo com ele.

Ele diz que Roderick está doente, perturbado, mas não é dito o que ele tem e temos apenas noções do que pode ser. No entanto, o Sem Nome diz que a doença dele se mostrou contagiosa...

É a partir daí que a história começa a ficar maluca, coisas estranhas acontecem, diálogos sinistros e o tom de verde começa a dominar a HQ.

Ilustrações Internas de A Queda da Casa de Usher
Parte interior da obra de Edgar Allan Poe


Livro Físico

Não posso contar muito, a HQ possui poucas páginas e se eu me demorar posso acabar dando algum spoiler. Sobre o papel ele é em couche dando maior brilho nas páginas e eu amei isso, ficou belíssimo!

O tom de verde é o que mais chama a atenção em todo o visual da obra, é simplesmente lindo e magnífico, como se a cor estivesse te seduzindo a entrar naquele mundo louco e perturbado. No entanto, nem tudo são flores. O meu exemplar está com um problema: está descolando e eu tenho medo que as páginas se soltem algum dia já que não há costura...

Livro no Geral

A HQ é para quem gosta do sombrio e para se questionar sobre o que é real e não é, imaginar o que pode ter acontecido pois os fatos aqui não ficam explícitos, você mesmo tem que dar a sua opinião sobre tudo o que aconteceu, deixando a história bem aberta.

Você já leu a HQ?
Quais são as suas teorias?


quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Livro Apenas um Garoto - Resenha

livro apenas um garoto capa e contracapa

O livro Apenas um Garoto é um Young Adult escrito por Bill Konigsberg e publicado pela Editora Arqueiro em 2016. A obra possui 256 páginas e em um total de cinco estrelas, eu a pontuaria com três. No post de hoje, você conhece um pouco mais sobre o livro e sobre a minha experiência de leitura. Bora lá?

 

Resenha do Livro Apenas um Garoto

Enredo do Livro

O livro Apenas um Garoto conta a estória de Raffe, um menino homossexual que não quer se enquadrar em estereótipos. Para você, leitor, entender melhor, vou contar um pouquinho mais. Quando Rafe Goldberg saiu do armário aos 13 anos não houve alarde. Sua família sempre teve o estilo alternativo e não foi problema contar-lhes. Até mesmo na escola, a revelação não foi algo assustador para Rafe. As pessoas o aceitavam de maneira natural, mas ainda assim, algumas coisas ainda o incomodavam. Rafe estava cansado dos rótulos. Nosso protagonista não queria ser simplesmente o garoto gay. Ele queria que as pessoas pudessem enxerga-lo de verdade, sem precisar necessariamente, ser o porta-voz de uma causa LGBT.
 
livro apenas um garoto capa

Por isso, Rafe decide começar de novo em uma escola apenas para garotos e assim poder experimentar uma visão sem rótulos. Ele acaba se aproximando dos atletas e jogando com eles. Sendo aceito como nunca seria em sua escola, sendo visto como o atleta gay, já que em sua antiga escola, ele receberia tratamento diferente ao tomar banho no vestiário masculino. Porém, esconder uma parte importante de si mesmo, acaba trazendo problemas quando ele se aproxima de Ben, um heterossexual. Os dois formam uma bela amizade, mas Rafe acaba se apaixonando por ele. Como viver uma relação com tantas mentiras ao redor?

 

Narração

A estória do livro Apenas um Garoto é narrada através da visão em primeira pessoa de Rafe e em alguns capítulos temos seu ‘diário’ de escrita para a aula do Sr. Scarborough. Esse diário nos dá uma visão mais detalhada dos pensamentos e sentimentos do protagonista. Nos capítulos do diário, sabemos mais sobre os sentimentos de Raffe do que nos demais.

 

Edição Física

O livro Apenas Um Garoto está com uma edição divina! A diagramação e o miolo estão adoráveis. Não pude deixar de me apaixonar pela capa e a lombada. Além disso, a atenção que Editora Arqueiro deu a esse livro e seus detalhes foi admirável.

livro apenas um garoto editora arqueiro

 

Pontos Negativos

Apesar de ser uma leitura agradável, o livro tem cenas desconexas. Por exemplo: Rafe que tinha uma empolgação enorme com os atletas e de repente essa empolgação some. A partir disso só temos Ben como destaque. Entendo que desenrolou uma situação em que o afastamento era inevitável, mas é como se os atletas tivessem sumido do enredo. Não existiu algo gradual e isso me incomodou.
Outro ponto negativo foi as atitudes do protagonista. Rafe acabou sendo um personagem egoísta no começo da estória. No entanto, felizmente, o garoto cresce durante sua estadia na escola Natick. Nas últimas páginas, Rafe aprende a lição. Por isso, a maneira como o autor concluiu as lições de Rafe me agradaram. O autor, Bill Konigsberg, nos dá um final real à relação de Ben e Rafe.

 

O livro no geral

Esse é o segundo livro que eu leio que tem como protagonista um garoto homossexual. Posso dizer que o estilo está me conquistando, apesar de que esses dois livros lidos por mim, ainda não me agradaram como um todo. Ainda quero ler mais sobre esse mundo, sobre esses personagens que inevitavelmente acabam sofrendo bastante durante sua autoaceitação.
Além da história, ainda temos dados reais. O autor soube muito inserir isso sem necessariamente parecer tedioso e mais de modo informativo. Recomendo a leitura para aqueles que têm curiosidade sobre o assunto e principalmente para aqueles que estão com medo de se revelar. Essa leitura pode ajudar.;)

livro apenas um garoto fotografia

Conheça outros livros como este clicando aqui! E não deixe de se inscrever na lista V.I.P. (na lateral direita do blog) para receber dicas por e-mail! Ah, claro, e seguir a fanpage do LaGarota, o canal e o Instagram!

terça-feira, 23 de agosto de 2016

5 Blogs Sobre Livros que eu Adoro



Muitas pessoas me pedem indicações de blogs sobre livros, afinal, dicas de bons livros nunca é demais, não é mesmo? Além do meu LaGarota, eu conheço várias blogueiras legais e preparei esse post para indicar esses blogs. Alguns eu acompanho outros são blogs de amigas que eu admiro muito, como o da Rapha do Equalize da Leitura  . Quem eu acompanho desde a época em que o meu blog se chamava Imaginayre e o dela Glittery in The Mirror (nós eramos criativas, hein, Rapha?)  Pois bem, desfrute dessa lista de blogs sobre livros que preparei com todo o carinho.


Blogs Sobre Livros que eu Adoro

Nuvem Literária da Ju

Provavelmente você já conhece a Ju Cirqueira. Dona do Nuvem Literária, a Ju grava vários vídeos, inclusive de hangouts e marca clubes de leitura que são super interessantes. Eu nunca participei de um mas posso admitir que eu sempre fico apaixonada e doida para participar e fazer um do LaGarota! O Nuvem Literária é um blog que cresceu rapidamente nos últimos meses. Ele era pequenininho e com a periodicidade e criatividade da blogueira conseguiu uma legião de leitores. Vale a pena conferir o trabalho da garota!
Blogs Sobre Livros - Nuvem Literária
Nuvem Literária da Ju

Equalize de Leitura da Rapha

A Rapha é a guria que eu citei na introdução desse post. Provavelmente você já deve ter passado pelo Equalize da Leitura  porque nós duas sempre fazemos ações juntas!  A Rapha é blogueira das épocas antigas. Da época em que nós blogueiras enviávamos e-mail para as editoras solicitando parceria. E nós, que éramos no máximo 50, conseguíamos parcerias tão facilmente... Que me dá saudade. O Equalize da Leitura já teve várias versões. Mas a de hoje é toda meiga, fofa e cheia de conteúdos literários bacanas! Vale a pena acessar o  Equalize da Leitura .

Blog Sobre Livros - Equalize da Leitura
Equalize da Leitura da Rapha

Livros & Fuxicos da Pah

A Pah também é das antigas. Também fizemos várias ações juntas através do LaGarota. Ela e a Aione do Minha Vida Literária  são unha e carne e a amizade delas é muito cativante. Você fica sonhando em ter uma parceira como as duas têm uma a outra. Mas, além dos conteúdos que juntam as duas amigas, a Pah libera vários posts e vídeos com dicas interessantíssimas. Inclusive de romances históricos, que parece ser o seu gênero predileto. Então, quem curte princesas, donzelas e príncipes apaixonados, clique aqui para conhecer a Pah.

Blogs Sobre Livros - Livros e Fuxicos
Livros e Fuxicos da Pah

Ana Caru

A Ana eu não conheço e na verdade nunca tentei falar com a guria. Ao contrário das indicações anteriores, a Ana não é blogueira, e sim youtuber. Não sei se ela tem um blog pela internet, mas posso admitir que eu não acesso e nunca a vi convidando para acessa-lo. Não consigo assistir a muitos vídeos dela até mesmo porque nossos gêneros lidos não são parecidos, ela curte livros muito teen enquanto eu curto um New Adult. Com uma pitadinha hot, rs. Mas, para quem adora este tipo de livro a minha dica é assistir os BookTalks da youtuber.

Ana Caru

Pilha de Cultura da Roberta Vicente

O Pilha de Cultura fala sobre livros, no entando, ultimamente os vídeos publicados pela então youtuber não estão focando em literatura. O que é interessante mas às vezes pode incomodar quem procura apenas, e tão somente, dicas literárias. A Roberta é espontânea e engraçada os vídeos dela tem uma identidade visual interessante: pretas, com pisca-pisca e uma claridade sob sua face. Eu particularmente me divirto com ela. Conheça a Roberta clicando aqui.  

Pilha de Cultura da Roberta
Pilha de Cultura da Roberta

Quais são suas dicas?

Além, é claro, do LaGarota e dos blogs que eu citei anteriormente, provavelmente você acompanha outros, não é mesmo? Que tal compartilhar nos comentários os blogs sobre livros que você acompanha e adora?


quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Livro "Deslembraça" | Diário de Leitura | Leia Comigo

 

No mês passado, eu consegui comprar o livro “Deslembrança”, da autora Cat Patrick, por menos de R$10. Foi esse o grande incentivo para eu começar a ler a obra, visto que estou sem tempo, entrando no último semestre da minha faculdade e completamente sem tempo para ler meus livrinhos. O livro todo me cativou bastante – fiquem tranquilos que eu vou publicar a resenha ainda nesta semana – porém, quando cheguei nas últimas páginas, fiquei tão frustrada que minha decepção se transformou em arrependimento por ter lido a obra. É sério!  Mas, enfim, vamos ver o que rolou durante meu diário de leitura? Bora acompanhar o quadro “Leia Comigo”:

Livro "Deslembrança"




Pessoal! Provavelmente vocês estão percebendo que o Facebook está deixando de entregar nossos conteúdos para vocês, certo? Nós quase não aparecemos mais na Timeline dos nossos leitores. Então, pensando nisso, nas pessoas que não querem perder nadinha sobre o LaGarota, convido você a se inscrever na nossa Lista V.I.P. Para isso, é só inserir o seu apelido e e-mail na caixinha ao lado direito do blog onde está escrito “Lista V.I.P.”.

Após você se inscrever em nossa lista vip, você receberá um e-mail por semana sobre as novidades do LaGarota, dicas de livros, filmes, séries, inglês, decoração, coisas fofas e tudo o que eu e você amamos. Inscreva-se ali rapidinho!

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Sobre Morar Junto com o Namorado aos 21 anos


Você já pensou em morar junto com o namorado? E em morar junto com o namorado aos 21 anos?  Pois é, isso foi acontecendo na minha vida. Com o sonho de fazer faculdade, o gostinho de ganhar liberdade e ser independente e a vontade de trabalhar em uma coisa que amo, eu e meu namorado viemos morar juntos.

No vídeo de hoje, eu e o Abner, com quem eu namoro há mais de quatro anos, contamos um pouquinho sobre as nossas experiências, nossa história, alguns conselhos que funcionaram pra gente e umas reflexões que se alguém tivesse passado pra gente no início do namoro talvez tudo tivesse sido mais fácil. 

Morar Junto com o Namorado aos 21 Anos




Perguntas Frequentes sobre morar junto o namorado


Como eu vim morar junto com meu namorado?


Eu e o Abner somos do interior. Com 18 anos, começamos a fazer faculdade em uma cidade próxima. Nós íamos e voltávamos diariamente. No meu caso, eu morava em uma cidade, trabalhava em uma segunda, estudava em uma terceira e voltava todos os dias para a primeira. (Eu fiz um vídeo sobre a minha antiga rotina, está abaixo). Até que chegou um momento em que eu fiquei tão cansada, que escolhi vir tentar a vida na cidade mineira onde eu estudava.



Neste momento, o Abner já estava morando aqui. E tudo ficou mais fácil graças ao seu apoio e incentivo a vir pra cá. Então, eu vim. Por isso que falamos no vídeo que não foi planejado. Eu não acordei um dia pensando "Preciso morar com meu namorado". As coisas foram acontecendo. O destino foi acertando.

Foi fácil morar junto com meu namorado?

No início, como contamos, as coisas não foram. E nem hoje é. Porém, nós evoluímos muito. Evoluímos para pessoas mais respeitosas, mais felizes, mais compreensivas. E isso não foi bom apenas para nosso relacionamento mas como também nossas amizades, relações com colegas de trabalho, com o jeito empático de viver a vida, enfim, morar junto mudou mais do que a nosso dia a dia, mudou como nós enxergamos a vida.

Hoje, somos pessoas diferentes. E essa foi a melhor lição do nosso relacionamento.

Sempre falo com o Abner que se um dia, Deus me livre e guarde, nosso relacionamento chegar ao fim, eu nunca vou ter me arrependido um segundo. Porque eu me tornei uma pessoa melhor a partir de nosso namoro. E eu realmente acredito que estamos neste mundo para isso.

Morar junto ou casar?

Eu, particularmente, nunca tive o sonho de casar. "Casar" que eu digo é se vestir de branco, véu e grinalda e entrar em uma igreja. Nunca tive. Mas não condeno quem tenha. Sei que para quem tem sonho, o casamento é uma realização. Mas, ao meu ver, quem não tem a expectativa de um casamento, a comemoração é apenas uma festa de status.

Então, eu prefiro morar junto. Prefiro que você more junto antes de casar. Porque a parte mais difícil de tudo é a convivência, a conversa, a compreensão, a mudança de ambos os lados. E não organizar durante dois anos uma grande festa ,enquanto vocês, como casal, ainda nem se conhecem e muito menos sabem se vai dar certo e se realmente haverá motivo para se comemorar.

Sobre morar junto antes de casar

Acredito que o casamento deveria vir depois de "morar junto". Afinal, dessa forma você teria algo para comemorar: você conviveu com alguém, gostou, mudou e se sentiu feliz. Porém em um casamento tradicional você comemora antes de entender o que se está comemorando.

Enfim, morar junto aos 21 anos é bom?

Sim! É! Independentemente se um dia seu relacionamento acabar, você vai amadurecer e vai ter responsabilidade. Vai ter valido a pena! Você vai enxergar a vida com olhos de adulto. Vai ter força para perseguir seus sonhos e vai criar outros. E vai evoluir ao lado de alguém que ama você. Enquanto seus amigos bebem na balada e procuram carentemente alguém que os ouça falar suas besteiras.

Mas, lembre-se, você não deve pular suas fases. Se você não se sente preparada, não vá. Dúvida, é normal. Sempre temos dúvidas sobre o desconhecido. Mas preparação, não. Quando você realmente está preparada, pode acreditar, não não saberá o significado de "dúvida". 
 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016