Louca sua miga

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Resenha do Livro "Quase Casados" - Jane Costello


Sinopse: Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.
Edição: 1
Gênero: Chick-Lit / Romance
Editora: Record
Ano: 2014 / Páginas: 416
Autor: Jane Costello
Classificação:



Que curte chick-lit? Eu adoro um bom chick-lits. O ar de diversão e a leitura leve são sempre uma boa pedida para um dia cansativo. Esse foi meu primeiro contato com a autora Jane Costello. E não poderia estar mais feliz pela escolha. :D

Zoe Moore é uma garota azarada. Acho que azarada é pouco! Viveu uma vida pacata e tranquila com seu noivo Jason por sete anos. Um ótimo emprego e um ótimo noivo. Até ser deixa pelo noivo no dia do casamento. Ele nem deu o trabalho de desmanchar o relacionamento de forma correta. Depois de meses sofrendo, Zoe decide mudar de vida. Começa mudando de país. Novos ares e nova vida ela quer, longe das fofocas e olhares de pena. Ela sai do Reino Unido para ser babá de uma família tradicional e rica nos Estados Unidos. Zoe já imaginava as férias que ia passar em Bermudas com a família Ockerbloom. Pena que os planos mudaram.




“Agora vou para Hope Falls, que fica perto de Boston. O que significa que não vou morar com Karen e Josh. Ou dirigir o SUV deles. Nem ir para Bermudas. Hope Falls? Sem comentários.” Página 18

Agora ela irá para Hope Falls cuidar de Samuel, de 3 anos e Ruby, de quase 6 anos, filhos de Ryan Miller. O que seria um emprego fácil, Zoe era subdiretora em uma creche em Liverpool, se tona complicado. As crianças apesar de doces, dão um trabalhão na hora de dormir e Ryan é um homem muito rabugento e mal humorado, que não para em casa. Está sempre trabalhando ou fazendo qualquer outra coisa. Zoe e Ryan não se dão bem. Estão sempre se bicando. Em muitas situações Zoe gostaria de matar o chefe.

“- Ah.,. meu Deus... Voou alguma coisa no seu olho? – pergunto otimista.
- Sim... A merda de uma flecha de 1 metro!
- AH,h meu Deus! Não pode ser! Minha pontaria é péssima!
- Bem, o fato de que está em forma hoje não faz com que eu me sinta muito melhor.” Página 108

 
Apesar de todo o estresse que o chefe lhe trás, Zoe se vê atraída por sua beleza selvagem e desgrenhada, mas é só ele abrir a boca para que ela o deteste. Hahahaha... Fragilizada e ainda sofrendo por ter sido abandonada no altar, ela acaba por transferir sua carência para um homem com quem não consegue nem ter uma conversa civilizada, quem dirá um romance tórrido. Porém o destino não quer saber disso...

Os outros personagens são ótimos e divertidos. Dois deles me chamaram bastante atenção: Ruby e Trudie. Ruby é bastante esperta e observadora para a idade. A amiga de Zoe, Trudie, é espalhafatosa e divertida, sempre pronta para dar uma mão amiga para Zoe.

Zoe é uma personagem bastante desastrada. O destino adora deixar ela em situações bastante constrangedoras. Seja ela vestindo uma roupa nada apropriada para conhecer seu novo chefe ou mostrando a calcinha da Mulher Maravilha em uma festa elegante. Ela adora fazer comparações e essas são as mais estranhas.

“Estou tão convencida esta explicação quanto de que minha paixão pelos bíceps de Ryan vai passar com a rapidez com que se desenvolveu.” Página 116

Jane Costello não é nenhuma Sophie Kinsella <3, mas ainda assim cumpri seu objetivo. Se você curte romances divertidos e cheios de momentos engraçados, com certeza vai gostar de Quase Casados. Vi-me várias vezes em gargalhadas com as trapalhadas de Zoe. Acho que ela nasceu para isso. Não há como não se divertir. Leiam!!!

5 COMENTÁRIOS:

  1. Adorei a resenha! Não conhecia a autora. :)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha! Não gosto muito de Chick-Lit , mas é bom pra dar risada de vez em quando, e pelo que parece essa moça da história é bem engraçada e desastrada o que deve render boas risadas.
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Por ser uma leitura leve vou colocá-lo em minha lista de desejados Crislane, parece ser divertido, ainda mais que gosto desse cenário, menina abandonada + chefe rabugento (um rabugento sempre me faz sorrir em livros ) + recuperar a vida. Obrigada por ter avisado da resenha! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Oliveira!
      Obrigada. O livro é bem divertido. Espero que curta. ;)
      Beijão!

      Excluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016