Louca sua miga

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Resenha do Livro "Aprendendo a Seduzir" de Patricia/Meg Cabot

Hoje a resenha é do livro "Aprendendo a Seduzir" da autora Patricia Cabot, ou Meg Cabot, como hoje em dia a escritora é chamada. Este livro é um romance histórico publicado pelo selo Essência no Brasil. Possui 366 páginas com um romance doce, um amor proibido, um casal esfomeado por dinheiro e outro por amor.

Primeiramente, devo admitir que não tenho o costume de ler livros históricos, "Aprendendo a Seduzir" foi o primeiro que eu tive o prazer de ler. Ô que prazer! Mas calma lá, vamos resenhar a obra direito e com calma! O enredo de "Aprendendo a Seduzir" de Meg Cabot é o clássico amor proibido sendo impossibilitado por vilões gananciosos. Ele é um clichêzinho romântico. Mas é o clichêzinho romântico mais gostoso de se ler. O enredo do livro, apesar de ser batido, se aliou a uma narração gostosa de acompanhar. O que faz com que o leitor nem ligue para os finais previsíveis, a mocinha sem sal, que não é bonita mas rouba o coração do homem mais "pegador" da estória, o homem "mais pegador da história" que se apaixona pela mocinha sem sal e fica desconcertado quando está perto dela, mesmo quando isso nunca aconteceu com outras mulheres que facilmente se encatavam por ele, e aí vai... E você me pergunta por que um leitor não se incomoda com este enredo clichê. E eu respondo: Porque o leitor se apaixona demais por tudo para lembrar o significado da palavra "clichê". Foi assim que me senti!

Resenha do Livro "Aprendendo a Seduzir" - Fotografia por LaGarota
Resenha do Livro "Aprendendo a Seduzir" - Fotografia por LaGarota 

Como citei anteriormente, as personagens são tão clichês assim como o enredo. Mas, também apaixonantes. Um tópico interessante que encontrei no livro "Aprendendo a Seduzir" é a luta pelo feminismo se iniciando com mulheres de vestidos longos, pantalonas, luvas e chapéus. Achei completamente interessante, e isso conseguimos ver lendo sobre a melhor amiga da protagonista, Emmy. Quanto a Braden Granville, nosso mocinho da estória, só posso dizer: ele é maravilhoso mesmo a narradora insistindo que ele não é bonito. Braden? Te amo! Mas pare de se jogar para Caroline quando ela diz que não quer nada. Pare de colocar as mãos nos seios dela quando ela afirma que é noiva. Mesmo que você veja que ela quer. Quanto a Caroline, temos uma mulher, apesar de meiga e aparentemente frágil, forte que ao longo da história se torna uma grande mulher, dona de si e que corre atrás de sua felicidade.

Quanto a narração, o livro é conduzido pela terceira pessoa, porém, cada capítulo toma como foco um personagem. Dessa forma, conhecemos maiores detalhes mesmo a personagem não se tornando narrador.

O livro físico tem uma capa maravilhosa. Eu diria que é uma das melhores. Minimalista. Entrega que é um romance histórico sutil e leve. Simples mas chamativa. Porém, quanto o assunto é a digitação, temos muitos erros de pontuação e grafia. Acredito que em "Aprendendo a Seduzir" a revisão foi precária. Compre livros com descontos para leitores LaGarota.

Clique em "Continue Lendo" para a resenha completa


Resenha do Livro "Aprendendo a Seduzir" - Fotografia por LaGarota
Resenha do Livro "Aprendendo a Seduzir" - Fotografia por LaGarota 

Em suma, o livro de Patrícia Cabot é maravilhoso para quem está em busca de uma obra leve, romântica e que prenda a ateção do leitor. "Aprendendo a Seduzir" não é um livro que traz pontos reflexivos, personagens elaborados ou enredos fortes e distoantes de outras publicações, mas é um livro apaixonante feito para relaxar. Estou apaixonada! Completa e perdidamente apaixonada por "Aprendendo a Seduzir". Ah! Claro! Estou ansiosa para meu próximo romance histórico. Compre livros com descontos para leitores LaGarota.

1 COMENTÁRIOS:

  1. Oi!
    Da Meg como Patrícia já li "Pode Beijar a Noiva". Gostei, mas não tanto quanto gostaria. :/ Vamos ver os outros livros dela. :D
    Beijão!

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016