Louca sua miga

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Resenha do livro "O Amor Não Tem Leis - O Julgamento Final", de Camila Moreira

ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers do livro "O Amor Não Tem Leis"!

Oii, queridos! Como vocês estão? Hoje minha resenha é do livro "O Amor Não Tem Leis - O Julgamento Final", segundo volume de "O Amor Não Tem Leis", da autora nacional Camila Moreira. Vem conferir!
Título: O Amor Não Tem Leis, livro 2 - O Julgamento Final
Autora: Camila Moreira
Editora: Suma de Letras
Ano: 2014
Gênero: Romance Erótico (+18)
Classificação:  
Eu estava muito ansiosa pela continuação e fechamento da história de Maria Clara e Alexandre Ferraz, e esse livro, assim como o anterior, foi para minha lista de favoritos. Além disso, acho que Camila não poderia ter dado desfecho melhor para a história desse casal maravilhoso.

Como vimos no final de O Amor Não Tem Leis (resenha aqui), Clara terminou seu relacionamento com Alê, o abandonando no hospital, após ela e Diego terem sofrido um atropelamento por acidente, que o deixou entre a vida e a morte. Toda essa situação faz com que Clara reviva o seu passado, mais uma vez, se considerando a responsável pela morte de alguém que ama.
"A culpa nunca vai te deixar. (...) Você tem que aprender a conviver com ela. Somente assim ela te deixará viver." (pág. 9)
Maria Clara absorve para si a culpa de toda tragédia que envolve as pessoas que ama e continua convicta de que não merece ser feliz após todo o sofrimento que passou e que acha que causou nas pessoas à sua volta, o que a impede de se reconciliar com Ferraz. Para tentar se livrar dessa carga emocional negativa e errônea, ela frequenta seções de terapia, mas o processo é muito longo e ela continua com dificuldade para se libertar.
"É doloroso demais saber que tudo estava em suas mãos, mas você deixou o medo tomar conta de tudo e arrancar sua felicidade." (págn. 83)
É bastante claro, desde o início do livro, que ambos os personagens principais sofrem pela separação, mas além das razões de Clara, Ferraz ainda guarda muito rancor por ter sido abandonado e prefere sofrer pela sua ausência do que lutar pelo seu amor. Mas, claro, ele age dessa forma, pois não conhece os reais motivos que a fizeram tomar essa decisão.
"(...) meu coração era um buraco vazio. Clara fez o que eu mais temia: o esmagou quando eu o dei por inteiro a ela." (pág. 19)
Nosso querido casal passa por muitos altos e baixos; em vários momentos fica evidente a teimosia de ambos, mas nunca perdemos a essência do amor que existe entre eles. E, como não poderia ser diferente, as cenas sensuais estão mais quentes do que nunca, a marca registrada de Ferraz e Clara. Além disso, as referências musicais continuam presentes nessa obra, deixando a leitura muito mais agradável.
"Alê estava impregnado na minha alma, o amor que eu sentia era indestrutível e inesquecível. Pena que com esse amor vinha junto a decepção de perceber que eu era a causa do maior sofrimento que ele teve na vida." (pág. 15) 
"Não adiantava negar: Clara voltaria a ser minha ou eu seria para sempre somente a metade do homem que um dia eu fui." (pág. 82)

Nessa continuação temos brigas, reconciliações, sorrisos, lágrimas e uma linda história de libertação da culpa e busca pela felicidade. A obra mostra a importância de conseguir lidar com sentimentos que nos impedem de ser completamente felizes e deixar o passado na memória para conseguir viver plenamente o futuro, além da necessidade do amor como elemento necessário para curar as feridas deixadas pelo tempo. E para fechar com chave de ouro, Camila nos presenteia com um suspense de tirar o fôlego.
"Ódio e amor não são antônimos, são semelhantes. Quando se deixa de amar, o sentimento que prevalece é a indiferença. Se ele sente ódio, decepção, amargura, é porque você ainda está em seu coração." (pág. 49)
Terminei a leitura já com saudade desse casal que aprendi a amar tanto. Camila conseguiu me surpreender a cada capítulo que lia e acredito que foi o fechamento perfeito para Ferraz e Clara; eu amei do começo ao fim e, na minha opinião, não poderia ter um final melhor que esse. Para amantes do gênero, a leitura é mais que recomendada.
"Pensei em tudo o que tinha acontecido comigo e chegava apenas a uma conclusão: Felipe me devolveu a minha vida, mas Alexandre me ensinou a vivê-la. Felipe me amou, mas Alexandre me ensinou como se deve amar. Felipe sempre fará parte da minha vida, mas Alexandre é a minha própria vida. (...) Enfim havia entendido o significado da passagem de Lipe pela minha vida." (pág. 245)

Beijinhos, da Vih 

1 COMENTÁRIOS:

  1. Não sou grande fã de livros hot, sério, com certeza não vou ler.
    Porém uma amiga tá maluca por ele, até solicitei em uma troca no skoob e vou dar pra ela.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016