Louca sua miga

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Resenha do Livro "Se eu Ficar" de Gayle Forman

    O livro "Se eu Ficar" da jornalista Gayle Forman deu o que falar na blogosfera literária. A adaptação cinematográfica deixou a obra mais exposta, fez-se mais publicidade e o livro deixou claro que poderia ser mais um fenômeno.
Título: Se eu Ficar
Autora: Gayle Forman
Paginas: 191
Editora: Novo Conceito
Gênero: Drama / Romance
Classificação
    A história é basicamente o seguinte: Mia sofre um acidente junto com sua família inteira, pais e irmão caçula. A menina, apaixonada por música, mais especificamente por violoncelo, tem uma última chance: escolher entre viver e morrer. Mas, quando sua família inteira morre, ela não encontra motivos para viver. Ela tem de buscar forças em outros locais para conseguir viver. Será que as pessoas que não estavam no acidente a fará escolher a vida?

Toda ficção é baseada na realidade. (Pág. 101)

    O enredo da obra brinca com aquela curiosidade que todos nós temos de "Se eu morrer, quem vai chorar por mim? Quem vai ficar do meu lado? Como o mundo irá girar sem a minha vida?". Aquele tipo de coisa que pensamos quando estamos com a cabeça desocupada. Sabe? Então... O título brinca com isso e com as escolhas da vida. Basicamente nos questiona sobre "Qual é o motivo de sua vida? O que faz você viver? O que te traria de volta à vida quando você perdesse tudo o que pensava ser a sua vida?"
Clique em "Continue Lendo" para ler a resenha completa
As pessoas acreditam no que elas querem acreditar. (Pág. 64)

    Eu comecei a ler o livro mais pelo fato de eu querer assistir ao filme (Saiba o que eu achei do filme aqui) e saber de tudo antes do que por qualquer outro motivo. O enredo não trazia nada de diferente e eu geralmente me aproximo de livros que tenham propostas inovadoras, ou que pelo menos tentem fugir das mesmices.

   Pois bem, comecei a ler "Se Eu Ficar", uma leitura de velocidade lenta.  As vezes poética, cheia de sentimentos, ou pelo menos a autora tentou narrar com muito sentimento, pelo menos tentou. Eu comecei a gostar da leitura, afinal, não era surpreendente, mas não era chata. Gayle até que guiava a história bem!

Se eu ficar. Se eu viver. A escolha é minha. (Pág. 75)

   Porém, o fato foi: eu esperava mais! Acredito que todo mundo esperava mais. Ouvi dizer e li na Fanpage do Blog que muitos leitores acharam que o marketing foi exagerado. Eles esperavam algo como "A Culpa é das Estrelas" ou qualquer coisa com velocidade lenta mas que forçasse as lágrimas caírem. Você pode até não gostar deste livro de John Green, mas tem que admitir que ele ainda conseguiu se sair melhor do que o de Forman, certo?

   Quanto às personagens, eu não consegui me ligar a nenhum deles. Não me envolvi. Eles pareceram muito surreais para mim. Mia era muito sem sal e Adam... Adam era simplesmente um garoto que eu nunca entendia suas atitudes. A autora poderia ter desenvolvido mais suas personagens, incorporado mais características a cada um e personificado, assim, seria mais fácil de o leitor se identificar com alguma das personas.



   De forma geral, acho "Se eu Ficar" uma leitura válida. As reflexões são lindas e eu enxerguei muita coisa boa com a leitura. Gayle pareceu enrolar um pouco com a narração e a tradução da Editora Novo Conceito não foi lá as melhores, mas o livro é ótimo! Seu espaço físico foi muito bem aproveitado e a editoração foi singular, mostrava a essência da história. Entenda a capa do Livro!

Não deixe de comentar sua opinião sobre a obra!

1 COMENTÁRIOS:

  1. Amei seu blog e esse post! Você fez uma boa resenha e isso me fez ter a certeza que preciso de pessoas como você!
    Notei que você gosta de ler, então você poderia visitar o meu blog e ler alguma de minhas escritas? Estou precisando de palavras amigas e comentários construtivos. Desde já obrigada! Belo blog!

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016