Louca sua miga

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Resenha do Livro "Enquanto eu Te Esquecia"

Enquanto eu te esquecia"Enquanto eu Te Esquecia" é um livro independente, não faz parte de séries, escrito por Jennie Shortridge. Com uma estória cheia de lições de vida, em que as páginas do meio importam mais que as do final, o livro é adulto, maduro e reflexivo. Lucie Wlaker, um dia, é encontrada com metade do corpo dentro d'água. Vítima de uma amnésica preocupante, a mulher não sabe onde está, quem ela é ou mesmo do que gosta de comer. A pessoa que a reconheceu e foi até o hospital ser responsável por ela é seu noivo. Mas, ela não se lembra dele. Nem de nada. Mas ela precisa voltar para a casa que disseram que é sua.
Título: Enquanto eu Te Esquecia
Autor (a): Jennie Shortridge
Editora: Única
Páginas:382
Gênero: Drama
Classificação
O enredo da obra possui semelhanças com dezenas de outros, mas acredite, há diferenças. Eu sei que você já ouviu esse enredo. Tenho certeza. Mas vou te dizer que "Enquanto eu te esquecia" é uma leitura linda e, mesmo com um enredo já aproveitado em filmes, livros e tudo quando é meio, este livro tem suas peculiaridades e deixa sua marca!

Tinha emagrecido; suas roupas já não se ajustavam ao corpo, mas, mesmo assim, ela parecia ser ela mesma, só que não era. (Enquanto eu te Esquecia, Jennie Shortridge, Pág.30)
Como eu disse no início dessa resenha, as páginas do meio são as mais importantes. Elas te fazem refletir profundamente se o seu "eu antigo", aquela criança sonhadora, gostaria do seu "eu atual", essa pessoa que você é hoje. Ou seja, faz-te refletir se a pessoa que você foi gostaria da pessoa que você é. Eu pensei muito sobre isso e a grande maioria das respostas foi: Não! Eu fiz coisas que o coração da criança que eu fui não aprovaria. Enfim, o meio é muito bonito, mas, o final, deixou a desejar. Para dizer a verdade, pensei que meu livro tinha vindo faltando páginas. Mas, como eu recebi meu exemplar diretamente da editora, descartei essa ideia. O final realmente não parece um final. Mas, acredito que o objetivo da autora tenha sido esse mesmo: a vida, o meio dela, é o que importa! O final é descartável. Talvez tenha sido.

Clique em "Continue Lendo"
Estaria se apaixonando por um estranho pela primeira vez, ou se lembrando dos sentimentos passados? Ou estaria simplesmente desesperada por uma ligação, sendo ele sua única opção? (Enquanto eu te Esquecia, Jennie Shortridge, Pág.185)

Sem finais felizes, ou trágicos demais, "Enquanto eu te Esquecia" é uma boa obra. Porém um ponto que me chamou muito a atenção foi a leitura um pouco confusa. A narração toma as personagens como terceira pessoa e muitas vezes não indica claramente sobre quem fala. Em algumas frases não tinha pronomes e nem nomes, e o leitor ficava perdido. Por exemplo, "Tomou um gole e foi-se deitar". E, leitora, era obrigada a ler mais algumas linhas para saber sobre quem o narrador falava. Muitas vezes tive de reler para conseguir imaginar a cena.

Memória muscular; ossos, nervos e músculos sabendo mais do que a própria mente. (Enquanto eu te Esquecia, Jennie Shortridge, Pág.88)

Nos parágrafos anteriores, eu afirmei que essa obra é diferente das outras com o mesmo enredo. Pois bem, a diferença se baseia em: as demais obras narram sobre reconquista, muitas vezes focam nas atitudes do companheiro, no que ele faz para reconquistar a pessoa com amnésia e sua força de vontade para fazer a pessoa lembrar do que esqueceu. Na obra de Jennie o foco está em outra coisa. Baseia-se na personagem com o esquecimento e a decepção dela sobre ela mesma, sobre quem ela se tornou e sobre como seu marido a amava mesmo sendo de um jeito deprimente.

Como a mágoa, o luto e o desconhecimento, a traição revelava-se uma sensação excessivamente familiar. (Enquanto eu te Esquecia, Jennie Shortridge, Pág.218)

"Enquanto eu Te Esquecia" é um livro apaixonante. Dei apenas três estrelas porque eu fiquei esperando mais emoção nas últimas páginas e porque a velocidade de leitura não era nada rápida, o que me deixou irritada algumas vezes. Cheia de vírgulas sobre passado, dores, traumas, mágoas e amor. Eu recomendo para quem gosta de uma leitura com uma velocidade média, tranquila e cheia de lições de vida.


1 COMENTÁRIOS:

  1. Ganhei esse livro no meu aniversário, gostei muito da sua resenha expondo pontos negativos e positivos da obra. Me deixou com vontade de ler.

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016