Louca sua miga

quarta-feira, 19 de março de 2014

O tal do Ciclo Literário [O que é isso?]


À cada momento o universo literário ganha um novo gênero. Só nos últimos três anos de blog eu conheci o chick-lit, o new adult e o young adult. E agora tem o sick-lit! Quanta coisa!

Dá para notar que a literatura é feita de ciclos. Lembre-se das aulas de literatura clássica da escola e você vai perceber que em cada época, determinadas características de artes, modo de pensar, agir e se expressar reinavam. Por exemplo, em meados de 1800 no Brasil tivemos um ciclo, ou escola literária, como quiser denominar, chamado Romantismo . O movimento se caracterizou por ideais fantasiosos e perfeitos. Escondia-se o real, criavam-se ideais: aquela mulher que corria mas se mantinha perfeita, a deusa do amor, a mulher intocada. E esses ideias retornam às vezes. Mudam também. São recriados. Não morrem. E na literatura contemporânea não é diferente.


Tivemos vários desses "tais de ciclos", mas, pode acreditar, muitos leitores desatentos nem notaram. Durante um tempo, assim que comecei a ler por amor, e não por obrigação, os livros que faziam sucesso, geralmente, tinham como protagonistas bruxos ou vampiros. Vejamos: criou-se uma geração Harry Potter e outra Crepúsculo. Alguns fans até se acham no direito de julgar o gosto do outro, sem perceber que o gosto é quase o mesmo. Pelo menos a essência é a mesma. Fazem parte de um ciclo que mistura aquele ideal perfeito do antigo Romantismo com o sobrenatural.

Logo em seguida, o universo literário conheceu uma gama de livros que causaram choque na sociedade: os eróticos. Com milhões de exemplares vendidos, a série de "Cinquenta Tons de Cinza" teve seus direitos comprados e foi levada à tela de cinema. Muitos leitores tradicionais, e até mesmo eu, confesso, tiveram repulsa de ler um livro que tratasse a intimidade nos mínimos detalhes. Mas, "Cinquenta Tons" foi só o início do ciclo. Logo em seguida, várias obras foram publicadas e milhões de leitores saciaram o vício de ler aquilo que só se conhecia no ato.

Devagarinho, chegaram os Young e os New Adult, gêneros pelos quais sou loucamente apaixonada. Jovens com suas problemáticas, vícios, medos, insegurança e tudo que a idade "logo-pós-ensino-médio" oferece, tomaram lugar como protagonistas. Os dois gêneros, apesar de suas finas diferenças, foram um estouro. Suas semelhanças fortaleceram um ao outro e fizeram do ciclo, um sucesso.

Hoje, estamos entrando em uma outra "escola literária", se é que posso denominar assim. Ainda acredito que meus netos estudarão sobre as características dos livros de cada época em que vivi, assim como eu fiz com os dos meus antepassados. Mas, enfim, a escola literária da atualidade é o sick-lit. Livros como "A Culpa é das estrelas" de John Green e "As vantagens de ser invisível" de Stephen Chbosky ilustram como o gênero é um sucesso na atualidade.

Até hoje, não se notou um tempo que uma gama de características não predominassem na maioria dos livros. Não houve um dia que eu entrasse na livraria e não visse os mais vendidos com grande semelhança de estórias. Então, não existiu, até hoje, uma época sem ciclo. E acredito que nunca existirá.
Lembre-se: Um livro não compõe um ciclo, mas uma gama deles de um mesmo tipo, sim.

3 COMENTÁRIOS:

  1. Oi Mar!
    Realmente existe esse ciclo literário e acho que é algo realmente válido, pois um mesmo gênero fazendo sucesso sempre acaba se tornando cansativo. Renovar os ciclos traz novos ares e novas expectativas sobre os temas abordados.
    Mas não é só na literatura que isso acontece. Na moda e na música também podemos notar esses tais ciclos.

    Beijos,
    Gabi Lima
    http://livrofilmeecia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já parei pra pensar na preferencia das pessoas por livros, principalmente do meio do ano passado até agora, mas nunca tinha associado isso às escolas literárias. Muito interessante! Concordo com a opinião da Gabi Lima, os ciclos são muito bem-vindos.

    ResponderExcluir
  3. Quantos ciclos, literários! Confesso, que eu não percebo e não sou muito ligada nos ciclos literário, mas vemos que tudo vai mudando, logo logo vai chegar outro!

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016