Louca sua miga

domingo, 19 de janeiro de 2014

Retrospectiva 2013: Os livros que li

Nesta postagem, vamos rever os principais livros, filmes, documentários, autores, editoras e publicações que marcaram o ano de alguma forma. Vamos conferir os livros mais comentados no blog, as postagens que marcaram uma legião de leitores e fans da literatura contemporânea.

Infelizmente, não sou aquela garota que lê 50 livros em um ano. Bem que eu queria. Mas não sou! Na verdade, eu não sei como consigo fazer tantas coisas ao mesmo tempo. Eu trabalho, faço faculdade, curso fluência em Inglês e ainda guardo um tempinho para ler minhas ficções e escrever na minha página. Mas, antes fosse apenas isso. Minha situação piora quando eu moro em uma cidade, trabalho em uma outra e estudo em outra. Por dia, eu alcanço três climas diferentes e quase seis horas diárias em ônibus e vans. Meu cansaço é enorme e meus livros acabam ficando no meu colo enquanto eu durmo!
Dadas as explicações sobre o porquê da minha inveja - branca - às pessoas que leem mais do que eu... Irei iniciar nossa retrospectiva.



Garotas de Vidro

Garotas de Vidro
Garotas de Vidro - Laurie Halse
Neste ano, sem contar com minha leitura atual, finalizei 14 livros apenas - #chora. Todos de ficção e a grande maioria romances românticos. Mas, no meio de tanto amor, alguns romances policiais marcaram presença.

O primeiro livro que finalizei em 2013 foi "Garotas de Vidro", lançado no Brasil pela queridinha editora Novo Conceito. Nunca havia lido algo tão realista, com uma problemática tão intensa... A abordagem do assunto "distúrbios alimentares" me assustou de primeira. Eu conheci uma realidade que eu nem pensava em conhecer. Com certeza a obra me marcou de uma forma singular. Não entrou para os meus favoritos mas, sim, para o meu coração.

Refúgio
Refúgio
Refúgio - Harlan Coben
Logo em seguida, iniciei a leitura de "Refúgio", publicada pela editora Arqueiro no Brasil, de um dos meus autores prediletos Harlan Coben. O suspense e a leitura ágil emabalou algumas noites de insônia minhas.

O enredo macabro da obra me deixou confusa e comecei acreditar que era do gênero terror. Não foi um dos livros de Harlan que mais me encantou. Ao contrário, achei que ele pecou bastante no enredo. Esperava mais de Harlan Coben pois seus livros anteriores foram todos de arrepiar.




Belo Desastre
Belo Desastre
Belo Desastre - Jamie McGuire
Assim que finalizei "Refúgio" tomei em minhas mãos um dos livros que se tornariam meus prediletos. Eu estava prestes a conhecer meu apaixonante Travis e a jogadora Abby Abernathy.

Eu tinha locado o livro na biblioteca da cidade onde atualmente trabalho. Mas infelizmente, em meio a tantos afazeres, não tive tempo que lê-lo. Até que meu namorado me presenteou com um exemplar da obra e eu enfim devorei-o em dois dias. Eu não comia e não dormia. Eu só queria ficar deitada na cama lendo mais sobre meu casal predileto. "Belo Desastre" não marcou meu ano, marcou minha vida.


Silêncio
Silêncio
Silêncio - Becca Fitzpatrick
Quando finalizei "Belo Desastre", senti a necessidade de procurar nos meus galãs mais romance. Eu queria mais romance! O que "Belo Desastre" é hoje pra mim, "Sussurro" foi durante muito tempo. Eu só falava da série o tempo todo e era demasiadamente chata quando repetia milhares de vezes que nunca encontraria estória melhor que a saga "Hush Hush". Então, fui no que eu conhecia, no certeiro. Havia ganhado "Silêncio" há algum tempo e era o terceiro de uma das minhas séries prediletas, tinha que ser bom. Ele enfeitava minha estante há algum tempo, então resolvi abandonar o atributo enfeite que tinha o coroado.

Mas, nada de surpresas. O livro não me encantou com a mesma intensidade que os primeiros. Aliás, tive a sensação de terem colocado "Silêncio" no meio de uma trilogia encantadora para lucrarem mais. Não que seja ruim, mas não é bom. Ponto final. Agora, estou ansiosa para ler "Finale", que está com o atributo enfeite mas logo vou pegá-lo, para saber como realmente Becca quis finalizar a estória do anjo caído Patch e da minha querida Nora.

Delírio
Delírio
Delírio - Lauren Oliver
Enquanto eu estava lá lendo romances que todos já tinham lido, o mundo se encantava com estórias distópicas. E eu que não ia ficar de fora! Meu primeiro contato com distopia foi com a série "Destino" e com o livro "Sangue Quente", ambos "nada demais".

Conheci "Delírio" em um dos blogs que acompanho e me interessei pela temática. O enredo é incrível. Comprei-o e li. Ótimo. Chorei. Encantei-me pela temática. Apesar de ser um pouco sem sal a estória, o ambiente que Lauren Oliver criou foi de arrasar. Comecei a me aproximar do gênero distópico. As teorias e suposições sobre o futuro foram apaixonantes. Fiquei um tempo imaginando o futuro com a teoria de Oliver. Fazia um pouco de sentido! E não me chamem de louca!

Amor Contra o Tempo

Amor Contra o Tempo
Amor Contra o Tempo - Myra McEntire
Após finalizar a leitura de "Delírio" recebi a notícia de que eu era um dos blogs escolhidos para parceria com a editora Galera Record. Uma das minhas prediletas! Eu pulei, girei e liguei gritando para o meu namorado! Solicitei meu primeiro exemplar da parceria: "Amor Contra o Tempo" da série "Hourglass".

ÔH! Acho que o livro não é "sem-sal", é pior, muita açúcar! Mais do mesmo, estória bobinha, final previsível, personagens superficiais... E blah-blah-blah. Uma leitura ágil mas tudo muito básico. Nada de novo. Tudo muito comum. Que chato!


O Caso Laura
O Caso Laura
O Caso Laura - André Vianco
Havia adquirido "O Caso Laura" fazia um ano e ele estava, infelizmente, servindo como enfeite para o meu quarto, assim como outros 100 livros. Eu não sabia o que estava perdendo.

Em meio a um drama melancólico me lembro de ter me apaixonado pela estória do brasileiro André Vianco. Na resenha que publiquei sobre o livro fiz um comentário maldoso falando que "nem parecia brasileiro de tão bom". Muitas pessoas devem ter tido uma impressão ruim, e até mesmo eu relendo entendi o sentido pejorativo. Mas é que tem tanto autor ruim publicando livros, que quando achei um bom, estranhei.


No Limite da Atração

No Limite da Atração
No Limite da Atração - Katie McGarry
O amor por new e young adult logo me fez voltar para eles. Após ler "Belo Desastre" senti a necessidade de ter mais um pouquinho do gênero. Comprei "No Limite da Atração". Foi ótimo. Consegui o que queria: uma estória parecida com a de Travis e Abby mas com suas peculiaridades. Um pouco mais de problemas, um pouco mais realista. Um pouco menos apaixonante.
A obra não foi de marcar meu coração. Mas é uma belíssima leitura.





Cilada
Cilada
Cilada - Harlan Coben
Havia tempos que tinha me interessado pela obra mas sempre adiava a leitura. Até certo dia ouvir uma pessoa que costumava ler alguns livros falar que era o melhor do Harlan Coben. Eu surtei! "Como assim eu não ler o melhor livro do Coben? Eu sou a fan desalmada que não lê o melhor livro do autor predileto".


Passaram algumas poucas horas e eu entrei no meu e-mail. Enviei uma solicitação para a editora Arqueiro, responsável por sua publicação no Brasil, e conquistei uma das leituras mais viciantes de Harlan. Incrível e excitante. Apaixonei!





Easy
Easy
Easy - Tammara Webber
Mais um New Adult estava entrando em minha lista de leituras de 2013. Foi a primeira vez que eu me apaixonei por um garoto totalmente tatuado, com piercings no rosto e cabelo grande escorrido. Esse era o Lucas. O tutor inteligente e gato!

Uma narração fluente me fez finalizar a obra em menos de uma semana. Eu chegava na faculdade e ia direto pra biblioteca para matar o tempo que sobrava antes das aulas porque eu não conseguia ficar sem pensar no romance das minhas personagens apaixonantes. Viciante! Com certeza leitura recomendada!



Pandemônio
Pandemônio
Pandemônio - Lauren Oliver
 A continuação de "Delírio" me fez finalizar a obra boquiaberta. Eu chorei. A distopia me tocou no final de forma que, até agora, estou tentando adquirir o terceiro livro da série.

Apesar de a estória ter um ritmo, digamos, parado grande parte do tempo, o final é sufocante e arrepiante. Amei, amei e amei!






Métrica 
Métrica
Métrica - Colleen Hoover
Foi com este livro que percebi que eu precisava ler títulos que falassem de outras coisas. Que usassem Notei que eu precisava diferenciar meu estilo literário. Eu estava lendo mais do mesmo e eu precisava de algo especial. "Métrica" foi certeiro neste quesito. Sem dúvidas, um dos livros mais emocionantes que li neste ano. Eu não dava nada por ele. Mas depois que o li, tudo mudou.

A obra é do gênero New Adult mas é diferente de tudo o que você já viu. Pelo menos da maioria das coisas. Emoção é o que não falta na estória e o leitor precisa mais do que bons olhos para ler, mas bons para chorar. Solucei lendo-o.



Como dizer adeus em Robô
Como Dizer Adeus em Robô
Como dizer adeus em robô - Natalie Standiford

 Digamos que foi um dos livros mais doidos que eu já li. Um enredo um tanto estranho e as personagens mais malucas da minha estante de livros. Uma leitura fluida e louca de 2013. Enrolei um pouco com o livro porque tive a sensação que se eu lesse por muito tempo, sem pausas, eu iria pirar! Sério!

Não me chocou, emocionou, nem nada relacionado. Foi um livro sem sentimentos pra mim. Eu diria que foi... sem sal e sem açúcar.



Desastre Iminente


Desastre Iminente
Desastre Iminente - Jamie Mcguire

"Desastre Iminente", para quem não conhece, é o livro que reconta a estória narrada em "Belo Desastre". Antes de mais nada devo falar que "Belo Desastre" é um dos meus prediletos e, por isso, empolguei-me a ler "Desastre Iminente".
Mas, não sou o tipo de pessoa que relê livros. Não sou mesmo! E a leitura deste livro não me provocou nada parecido com a de "Belo Desastre".
Durante a leitura, eu ficava ansiosa para que chegassem partes que eu gostava da estória. E isso é mega chato!Aliás, eu já sabia tudo que acontecia e isso não me prenderia muito.

Além disso, não vi nada de muita coisa adicionada à estória. Com exceção das partes iniciais do livro, que narra sobre a mãe do Travis, não vi nada demais. A imagem do meu galã predileto ficou a mesma, não li nada do que não sabia. Não conheci nada que desconhecia. Só constatei o que já sabia: Travis é descontrolado emocionalmente.




No ano de 2013 as conquistas coroaram a página Imaginayre.com.br . Editoras de livros deram voz e força ao projeto, confiaram nossa página como meio de comunicação e centenas de leitores acompanharam fielmente nossas postagens e muitas vezes ganharam mimos, como livros e marcadores em sorteios e concursos. Que 2014 seja melhor! Que Deus me dê força para continuar no blog, para que pessoas confiem em nosso trabalho e que eu consiga colocar as mil ideias na minha cabeça em prática no blog. Acompanhe-nos.

Para ler mais sobre os livros citados, clique aqui.



4 COMENTÁRIOS:

  1. O negócio não é ler muito, é ler bem! Deve ser uma loucura viver entre três cidades!

    Clara
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie :)

    Nossa adorei os livros lidos e estava com muita vontade de ler, Como dizer adeus em robô mas desanimei pelo o que você disse. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Só 14? Foi pouco, mas teve livros bons. Adorei esses que você listou.

    Beijos,
    Mands - Outbreaks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Amanda, pois é... A minha vida está um loucura e está muito difícil eu me atentar e dedicar 100%... Mas vamos que vamos...
      Bjokas. Mar

      Excluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016