Louca sua miga

domingo, 28 de julho de 2013

Resenha do filme "O Lado Bom da Vida"

O Lado Bom da Vida (Silver Linings Playbook) - Poster / Capa / Cartaz Um casal de protagonistas nada convencional, uma trama ousada, problemas emocionais sendo postos à tona, personagens doentes, doenças psicológicas, problemas, preconceito, e mais problemas.
Título: O Lado Bom da Vida.
Ano: 2012.
Duração: 122 min.
Censura: 14 anos.
Classificação:  ()
Como já era de se esperar, a trama envolve um casal que, apesar de suas diferenças, tem lá seus pontos semelhantes. Tiffany, interpretada pela talentosa Jennifer Lawrence, é uma recente viúva que convive com o sentimento de perda e, com isso, acaba entrando em uma depressão profunda. Pat, interepretado por Bradley Cooper, desenvolve um outro tipo de distúrbio psicológico, ele é bipolar. Está aí o único ponto semelhante entre os dois: seus distúrbios psicológicos. Talvez, esse ponto não seja único. Talvez eles enxerguem que há mais do que isso. Ou não.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Caixinha de Correio #25

Nessa Edição do meme Caixinha de Correio, contei com a participação mega especial da Maria Fernanda. Para quem não a conhece, é a minha irmã caçula de seis aninhos. Para dizer a verdade, essa menina me surpreende com a esperteza e a carisma. Vou confessar uma coisa, ela me vê gravando os vídeos do blog e acaba brincando de "Gravar Caixinha". Que Linda, né? Para acessar os links citados durante o vídeo, basta clicar em "Mais Informações". Não esqueça de deixar o seu comentário!

sábado, 20 de julho de 2013

Sorteio: Festival Universo dos Livros


Oito blogs amigos se juntaram para dar a seus leitores uma gama de livros incríveis. Dentre a lista destes, estão exemplares da série de maior sucesso do autor J.R. Ward, incluindo os livros "Amante Sombrio" e "Amante Eterno". Além disso, um dos vencedores receberá em casa um exemplar do livro mais desejado do ano, "Cretino Irresistível". Para participar, é simples... Clique em "Mais Informações" e se inscreva no sorteio.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Mar Belah: O Mundo dos Layouts.

Para quem tem blog, o "MarBelah" é uma boa ferramenta. Isso porque o blog não só faz ilustrações, como aquelas bonequinhas dos banners que tanto se vê por aí, como também, codifica e elabora layouts. O blog possui um pacote chamado "Colored" que personaliza todo o seu blog por um preço mínimo de R$40,00. 
Em épocas de avaliação de parceria para editoras, um bom layout, limpo e que mostre a cara do blog é uma ótima ideia. Vale à pena conferir os trabalhos.
E para você, blogueiro, que ainda não conhece o trabalho, o "MarBelah" te dá a oportunidade de ser parceiro e ainda ganhar plaquinhas de "Link-me", "Leia Mais"... 

sexta-feira, 12 de julho de 2013

{Divulgue} "Invisível ao Toque" de Nat Bespaloff

Invisível ao toque   Durante essa semana, recebi um e-mail da autora Nat Bespallof comentando que publicou seu primeiro livro "Invisível ao Toque". A autora ainda sugeriu que fizéssemos um sorteio no blog para vocês, leitores. O sorteio será elaborado e publicado entre o mês de Agosto e Setembro - ainda a confirmar. Os livros já estão em minhas mãos e estamos esperando apenas o melhor momento para conduzir a promoção nova.
   Mas, antes de pensar em sorteios, vamos conhecer um pouco sobre "Invisível ao Toque" e Nat Bespaloff, a autora. Clique em "Mais Informações" caso tenha interesse em conhecer ainda mais.
Sinopse: Atormentada pelas lembranças de uma relação amorosa que acabou mal, Svek, uma jovem de 20 anos e apaixonada por esportes radicais, foge de relacionamentos sérios e abomina tudo o que diz respeito a sentimentos. Enquanto isso, tem sonhos recorrentes e bastante vívidos com uma garota chamada Victória, em cuja pele se vê transportada a cenários de séculos passados, em situações de extremo perigo. Nesse momento de confusão, Svek conhece o enigmático Zac, que consegue despertar nela pensamentos até então inexistentes. Ela acaba descobrindo o amor na figura de uma pessoa estranhamente familiar. Um sentimento transformado em uma maldição que resistiu aos séculos, em que a despedida e a renúncia representam o maior gesto de compaixão e coragem. Invisível ao Toque é uma história intensa, romântica, emocionante e, ao mesmo tempo, divertida, graças à habilidade com que a autora consegue imprimir o seu estilo bem-humorado em diálogos e pensamentos. 

quarta-feira, 10 de julho de 2013

#Luto: Meu pequeno Boy

   Um dia triste. Eu senti uma dor durante toda a minha capacitação, curso que faço. Uma dor na hora de respirar que não era normal. Parecia um sinal. Eu acredito nessas coisas. Sempre acreditei. Quando eu cheguei em casa, minha mãe estava com um secador nas mãos falando que estava tentando animar meu hamister... Ele parecia doente.
    Essa semana, meu hamster entrou em estado de hibernação. Mas eu estava lá. Do lado dele pronta para fazê-lo acordar e melhorar. Eu sabia o quê fazer para ver meu bichinho correndo na gaiola e fazendo suas acrobacias. Eu era a única que sabia do que ele precisava. Mas, dessa vez, eu falhei.
   Minha mãe não é "expert" em sensibilidade quando se trata de animais. Então, ela fazia o que viesse na mente dela. Eu não sabia o que estava acontecendo. Ele estava entrando em estado de hibernação novamente, talvez, e eu não cheguei a tempo de salvá-lo.
   Eu fervi água, eu esquentei o pano, eu o enrolei, coloquei no meu peito, o abracei, o envolvi com toalha quente, soprei quente para aquecer. E nada. Antes tinha adiantado. Mas eu cheguei tarde demais. Comecei a me desesperar. Acessei a internet, alguns blogs diziam o que eu já estava cansada de ler. Eu já sabia o quê fazer. O problema era tempo. Eu cheguei tarde demais... Liguei para meu namorado. 17 vezes. Nada. Não atendeu. Chamei minha mãe para aquecer mais pano quente. Não adiantou. Ele só ficava com os olhinhos abertos pra mim me encarando, como se estivesse pedindo ajuda. E depois... Depois vieram os sintomas que eu já conhecia. Começou a abrir a boquinha e a fechá-la como se estivesse sendo sufocado. Como se não conseguisse respirar. Forçava a respiração... Eu fiquei com medo. Comecei a chorar. Mandei minha irmã de seis anos sair do quarto pois eu estava triste. Ela não entendeu e eu comecei a chorar ainda mais. Ele continuava deitado enrolado na toalha quente, encima do tapete do meu quarto. Eu desesperei. Liguei o secador e comecei a espalhar o vento quente na toalha em cima dele tentando aquecê-lo. Nada. Às vezes parecia surtir efeito. Às vezes ele parecia corresponder às minhas expectativas. Eu pensei que ele estivesse melhorando porque parou de abrir e fechar a boquinha. Então agradeci a Deus por não tirar meu bichinho de mim. Mas ele tirou.
   Quando eu abri a toalhinha para verificar sua respiração, percebi que ela não estava mais lá.

sábado, 6 de julho de 2013

Resenha do livro "No Limite da Atração"

No Limite da Atração   Uma jornada em busca da normalidade em um mundo que não existe. A procura pelo alcance dos padrões que a sociedade impõe por dois adolescentes que possuem cicatrizes na alma, que tiveram em suas vidas momentos trágicos e que marcaram, alguns negativamente, suas vidas. Assim se resume o enredo do livro "No Limite da Atração". Durante as páginas dessa obra, você conhecerá Echo, uma menina marcada fisicamente e abstratamente pelos fatos de sua vida. Ela tem cicatrizes por todo o corpo feitas pela pessoa quem deveria protegê-la, sua mãe. Também conhecerá Noah, um menino que mergulhou no mundo das drogas quando percebeu que sua família se despedaçou. Além disso, conhecerá o amor desses dois... Uma mescla perfeita de anormalidade e compaixão.
Título: "No Limite da Atração"
Autora: Katie McGarry
Ano: 2013
Páginas: 364
Editora: Verus
Classificação:   ()
   Para falar a verdade, como já comentei nas postagens anteriores sobre a obra, o que chamou a minha atenção foi sua aparente semelhança com um dos meus livros prediletos, "Belo Desastre". Além de uma sinopse parecida, de ser publicado pela mesma editora e de ter os nomes das autoras semelhantes, havia um casal protagonista composto por uma menina problemática que escondia consigo um segredo, e um menino que, aparentemente, tem tudo o que é errado e inadmissível para uma sociedade. As duas obras têm lá suas semelhanças, sim. Mas quando você atinge uma quantidade de páginas de "No Limite da Atração", percebe que a obra não é puramente um romance romântico entre um casal de adolescentes, é mais do que isso. É uma gama de problemáticas sendo absorvidas por cada um e os modos de enfrentá-las. Não digo que é melhor que "Belo Desastre", mas, sim, que é diferente, peculiar.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Resultado: "Lola e o Garoto da Casa ao Lado"

  Antes de mais nada, gostaria de agradecer todo o apoio da editora Novo Conceito, que foi uma das pioneiras na firmação de parceria com o nosso blog. Foi ela quem impulsionou o crescimento da página e fez-me enxergar o mundo blogueiro de uma forma diferente, claro, não somente ela como outras mais editoras.
  Durante esse último mês, o Imaginayre realizou o sorteio "Lola e o Garoto da Casa ao Lado" via Facebook. Propondo aos interessados em ganhar o prêmio apenas o compartilhamento de uma imagem em seu perfil público e o acompanhamento da página na Rede. O sorteado receberá em casa um kit da obra citada, assim como também, algumas regalias - entre marcadores de livros variados. Para conhecer o nome e o perfil do vencedor, clique no botão à esquerda.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

O que estou Lendo#15 : "No Limite da Atração"

Livro: No Limite da Atração
Estou na Página... 165
Há alguns dias, publiquei uma postagem sobre o livro "No Limite da Atração" divulgando-o. Eu tinha acabado de adquirí-lo e estava saltitante de felicidade por poder contá-lo na minha coleção, ou pelo menos mini-coleção, de livros. Pois é, mal aguentei, e já o peguei para ler. Eu o comprei cativada por sua estória, seu enredo e até mesmo o nome da autora serem parecidos a um dos meus livros prediletos, "Belo Desastre". Além disso, a editora também é a mesma e isso me deu a segurança de que eu leria o mesmo que a obra de Jamie McGuire e me apaixonaria pelo menos que parecido por essa nova obra. Eu queria ler a mesma coisa, mas com algumas pequenas mudanças. Uma autora que não cometesse os desvios que McGuire cometeu.
  Felizmente, encontrei o que esperava. Um casal bem parecido com meu Travis e minha Abby - personagens do livro anteriormente citado - um enredo mais do que similar e até mesmo as sensações parecidas. Cheguei a pensar que se tivesse lido "No Limite da Atração" antes de "Belo Desastre" as posições entre meus favoritos estariam invertidas, ou seja, seria "No limite da Atração" meu predileto. Não! Ninguém, jamais, nem em Marte, tira o posto do Travis!!!  Para continuar lendo, clique em "Mais Informações".
 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016