Louca sua miga

domingo, 16 de junho de 2013

Resenha do filme "Sonhos no Gelo"

Sonhos no Gelo (Ice Princess) - Poster / Capa / Cartaz Uma menina focada em estudos, considerada pela maioria de seus colegas de turma uma CDF, apaixonada por física e aspirante a estudante da tão famosa Harvard. Esse era o tipo de menina que Casey era até conhecer, por intermédio de uma pesquisa, um trabalho escolar, o esporte patinação no gelo.
Casey não conhecia nem seu talento com os patins e nem imaginava a paixão pelo esporte. Quando passou a conhecer, seu sonho de ser intelectual e estudante de Harvard foi questionado, e de  se tornar uma atleta profissional pareceu atraente.
Título: Sonhos no Gelo
Gênero: Comédia
Ano: 2005
Classificação

Clique em "Mais Informações" e continua a ler a postagem.


O filme é uma trama mamão-com-açúcar gostosa de assistir. O tipo de estória é da mesma categoria de filmes de Sessão da Tarde, aqueles que não são de aventuras infantis, é claro. Então, não vá com grandes expectativas, mirando reviravoltas e um enredo bem elaborado, porque você não encontrará nada disso.

Como costumo dizer, "O Sonho de Gelo" é o tipo de filme que tem em primeira instância entreter e isso ele consegue fazer, e bem. Por isso ofereci três boas estrelas: por simplesmente cumprir seu objetivo. A estória é fluida e o telespectador fica preso na trama, isso se esse telespectador for do sexo feminino, e de preferência menor de 18 anos.

Não revelei as demais estrelas, as duas restantes na contabilização total do blog, por ser muito previsível. Sobre esse tipo de filme, o tipo "mais do mesmo", não tenho como ter um olhar crítico apurado, ou melhor, é preciso não ter nenhum olhar crítico ao assistir ao filme.  Então, minha análise foi embasada na questão de prender o telespectador e não ser massante. E perante essa análise, o classifico como mediano. Indicado para assistir à tarde quando o que você previsa é uma hora de relaxamento.

1 COMENTÁRIOS:

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016