Louca sua miga

terça-feira, 25 de junho de 2013

#Momento Intelecto: Marco Feliciano e Nossas Mídias

  Você provavelmente já deve ter ouvido o nome "Marco Feliciano", acredito também que deve ter ouvido muito na Globo, certo? Então, antes de iniciar qualquer tipo de coisa, sinto a necessidade de esclarecer que não sou de nenhuma minoria que é atingida por esse deputado, nem sou homossexual, nem evangélica. Ou seja, apenas observo o que está acontecendo e formo meu olhar crítico acerca das informações que absorvo. Então, eu não venho nem acusar, nem muito menos defender, qualquer tipo de coisa que o pastor diz, apenas concordo com algumas e descordo de outras. Para você ler a postagem na íntegra, clique em "Mais Informações".
 

Acredito que um número imenso de pessoas vão discordar do que vão ler, e outras muitas vão concordar. Mas o que eu quero afirmar aqui, é que concordo plenamente com a argumentação de Feliciano acerca dessa "cegueira" que a mídia provoca nas pessoas. Note que não digo que Marco Feliciano é bom e que suas atitudes são anti-preconceituosas, não diria isso até mesmo porque não tenho informação suficiente para afirmar algo do tipo. Mas, de qualquer forma, no vídeo acima, o pastor transmite um argumento que eu tento repassar para as pessoas há anos.

Esse argumento pode ser o mais banal e você achar que não existe. Mas existe. Essa cegueira que a "Globo", principalmente mas não unicamente, causa na população está mais solidificada do que nunca. Ela acalma os ânimos de qualquer tipo de manifestação, acalma as massas, manipula o povo e informa as coisas que forem de seu próprio interesse. Já parou para pensar por que o povo brasileiro é tão manso? Já parou para notar que em seus noticiários as informações são sempre as mesmas. Sempre tem "O Caso" da vez, "O caso Nardoni", "O Caso Eloah", "O Caso da tragédia de Santa Maria"... Não que eles não sejam importantes, são. Mas eles são usados de forma a absorver o tempo de notícias e reduzir a informação. Sim, porque você ouve a mesma coisa o tempo todo. E isso, em proporção, reduz a quantidade de noticiários que "abririam" os olhos da população. Pessoal... A Globo é a última que quer um "bando" de gente reivindicando direitos. Porque essas revindicações fazem a população refletir e notar que ela precisa de mais informação, e a Globo quer monopólio, ser central e ser a aliada dos Governos, estes últimos, então, serem depentendes de seu apoio. Logo, a Rede terá um poder político imenso com essa manipulação... Quem não quer poder? Ela não quer que o povo se torne "inteligente e esperto" à ponto de criticá-la.

Já parou para refletir que essa rede de televisão não é apartidária, nem muito menos laica? Então, você deve concordar comigo que ela também tem seus próprios interesses e, como uma pessoa comum, ela vai defender quem lhe é "aparentado". O problema, não é ela defender ninguém. Até mesmo porque nota-se uma gama de revistas descaradamente jogando para lados políticos ou incitando algum tipo de coisa. O real problema é algumas camadas da população, ou a meu ver a maioria, não perceber que está sendo manipulada e se acomodar a ter um único canal de informação. Lembre-se que não é uma troca comunicativa bilateral, então, ela sempre transmitirá o que ela quiser mas você nada pode transmitir. Pelo menos não para a televisão.

Um exemplo de tudo isso, como foi citado por Feliciano, é o que aconteceu recentemente com esses protestos. Eu senti a necessidade de mostrar os vídeos que transbordavam na internet sobre os manifestos para meus familiares e, até mesmo, para família do meu namorado. Alguns ficaram boquiabertos pois as informações eram um pouco diferentes das que estavam sendo transmitidas pela tradicional Rede Globo. Mais uma vez, como Feliciano citou e como realmente aconteceu, o povo foi para as Redes Sociais, e até mesmo uma parte para a frente do prédio Globo, acusar a instituição de reter informações.

A Globo manda o povo ficar quieto e esse povo nem sente... Eu não vejo que o "povo" acordou... Necessita-se não só agir em manifestações ou aplaudí-las, mas precisa pensar um pouquinho também. Não precisa só discutir a política do país, mas também questionar a credibilidade de quem lhe deus tais informações para você concluir algo sobre a situação política real do país. Ter olhar crítico e não repetir tudo o que lhe dizem. Repetir as coisas que lhe dizem não te faz uma pessoa, faz-te um Papagaio.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016