Louca sua miga

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Explicapa #7: Contos maravilhosos infantis e domésticos (1812-1815), Irmãos Grimm


Olá, imaginadores!


Peço desculpas pelo enorme atraso do post que era pra ir ao ar semana passada. Faculdade mais problemas pessoais... D:

Enfim, postando agora o atrasado e amanhã será normal também. :)

O de hoje será sobre um box ou coletânea de contos originais dos irmão Grimm, famosíssimos na literatura mundial, Contos maravilhosos infantis e domésticos (1812-1815), editado lindamente pela editora CosacNaify. Vi na revista Veja do sábado passado (edição 2 291 - ano 45; 17 de outubro de 2012; páginas 120 - 123: "Maravilhas brutas").

Necessito falar de duas coisas: a da capa/edição e da história, mas não é uma resenha!


A editora CosacNaify fez uma belíssima edição da caixa, é composta de dois tomos com 672 páginas (Volume 1 possui 384 páginas e o volume 2, 288 páginas), possui mais de 40 ilustrações, acabamento de brochura e capa de luva de papel cartão. Capa da caixa e dos livros ilustrados pelo pernambucano J. Borges, que segundo a Veja, "busca fazer uma ponte entre o conto popular germânico e o cordel brasileiro". Os dois livros juntos tem 86 contos, como os citados pela revista, Rapunzel, Chapeuzinho Vermelho, A Bela Adormecida, Cinderela, Branca de Neve, entre outros.

E, como eu disse, estão inclusos os contos mais famosos no mundo e que serviram de base para os filmes da Disney. Só que a perspectiva original é bem diferente: são mais adultos e perversos. São mais violentos e brutais, por isso não são "contos de fadas", são "contos clássicos". Os Grimm afirmam em seus prefácios, que não são recomendados para menores, mas reiteram que os adultos devem ler e assim, educar os seus pimpolhos. Por isso, a lição de educar os mais pequenos permanece com a obrigação dos pais.

Um exemplo: em Rapunzel, todos sabemos que a Rapunzel permanece presa na torre mais alta até que o príncipe chegue e a liberte. Na versão original, a fada má descobre que um príncipe vem visitando sua prisioneira quando Rapunzel menciona várias vezes que seus vestidos andam apertados com o tempo: indício de uma gravidez.

Outra e das mais chocantes: em Cinderela, a estratégia das irmãs malvadas da Gata Borralheira para calçar o sapatinho (dourado no original) foi de mutilar os pés a faca. O.O

E último chocante exemplo: em Branca de Neve, o príncipe parece ter uma relação necrofílica pelo cadáver da heroína. E diferencia bastante com a versão simplória da Disney, não é o beijo do príncipe que ressuscita  a Branca de Neve, um criado dá-lhe uma tapa nas costas e "desaloja da garganta o pedaço de maçã envenenada". E a rainha má que a envenenou é obrigada a dançar até morrer com sapatos de ferro incandescidos no fogo.

Quando li a matéria, fiquei impressionado com essa visão perversa e adulta dos nossos contos de fadas que escutamos e lemos tantas vezes, gerações após gerações, seja por meio de versões adaptadas de livros infantis e dos filmes da Disney que nos conquistam... Pretendo e muito adquirir em minha estante. E o acabamento fantástico da CosacNaify é muito bonita! Não vi fisicamente, mas pelas imagens divulgadas, são lindas!

Está em pré-venda com entrega a partir do dia 16 de outubro na loja virtual da CosacNaify. Pela Cultura, previsão de envio a partir do dia 26 de outubro, custando R$ 99,00 (ai! >.<).



2 COMENTÁRIOS:

  1. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar das histórias dos irmãos Grimm e são realmente impressionantes. Sou doida para lê-las.
    Gostei das capas. xD

    Bjs
    Gabi Lima
    http://livrofilmeecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. São lindos e parecem muito bons mesmo, mas não pago R$99,00 neles!
    Adorei o post, assim como os outros Explicapas ^^

    Beijos
    Geê - almaleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016