Louca sua miga

terça-feira, 3 de julho de 2012

{Resenha} Livro: Até eu te Encontrar

Até Eu Te EncontrarSinopse: 
O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares". Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta.

Título : Até eu Te Encontrar
Autor (a) : Gaciela Mayrink
Número de Páginas: 311
Editora : Vermelho Marinho
Classificação:

Resenha:
"Até eu te Encontrar" é um livro de origem brasileira escrito pela autora Graciela Mayrink. 
O livro é recomendado para quem quer algo para descontrair, quem procura uma leitura de fácil entendimento e com uma linguagem não muito elaborada, chegando até ser narrado em linguagem coloquial. Também é recomendado para quem gosta de livros com toques de magia e com uma pitadinha de sobrenatural.
A estória se baseia na personagem Flávia que além de ter que se acostumar com a rotina de uma nova cidade , lida com a descoberta de seu passado e , simultaneamente, do amor. A garota mergulha em conflitos amorosos, confunde o sentimento de amizade , desvenda mistérios sobre sua família e faz novas amizades.
A personagem de Felipe, primeiro amigo que Flávia tem contato, deixa o livro leve e engraçado. A autora soube elaborar a personagem e deixá-lo com aspecto sarcástico , o que tira bons sorrisos de quem lê . 
O livro é todo narrado em terceira pessoa e o narrador não faz parte da estória , não me encanta muito livros assim, gosto de narrador que relata pensamentos e que faz parte da estória, e é o que não acontece neste.  Os acontecimentos do livro desenrolam rapidamente e vezes não dá tempo de assimilar quantas coisas aconteceram e a quantos lugares as personagens foram em menos de uma só página  . Sem contar que a estória é ingênua e certas personagens são sem malícia. 
Particularmente gosto de livros que não existam vilões e mocinhos e sim uma carcaça humana . Ou seja, uma mesma  personagem errando e acertando várias vezes no decorrer do livro, mas nem por isso é classificada como vilão ou mocinho, mas como a literatura contemporânea é infectada de todo esse "bem x mal" tenho que me contentar com leituras assim . Que bom que existe Harlan Coben por aí.
Poderia dar até cinco estrelas como avaliação para o livro entretanto essa nota é adequada para estórias cujos finais surpreendam e as reviravoltas no decorrer do livro sejam impensáveis por quem lê. Daria quatro estrelas para este caso as personagens fossem fundamentadas de forma mais realistas . Dei três estrelas pois a autora soube prender o leitor e deixá-lo curioso no decorrer do livro e o escreveu de forma atrativa e não tediosa.


Quotes:

Enquanto a pessoa certa não aparece . vou me divertindo com as erradas. (Pág. 72)

_ Eu acho que em outra vida fui um marinheiro. Ou um peixe.
 _ Pois eu acho que você foi uma sereia que enfeitiçava os homens. Como faz hoje em dia.  (Pág.196)

_ Eu não sei se quero você, Luigi. - Disse baixinho. (Pág. 209)

9 COMENTÁRIOS:

  1. Oi Mar!

    Gosto tanto da capa desse livro. A tempos estou curiosa para ler. Pena que você não gostou muitOO. Ainda assim quero ler.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha. Estou com mais vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  3. Nossa... que situação difícil. Descobrir que minha alma gêmea é uma pessoa que eu não suporto. Acho que eu morreria solteira. Pra falar a vdd tenho muito medo de me apaixonar por uma pessoa que eu não suporte, porque vai ficar ainda mais difícil não suportá-la.

    Obrigada pela visita lá no blog!! Fiquei muito lisonjeada com os elogios! É bom a gente saber que está acertando! Mas você não fica pra trás também não! Seu blog é lindo e você também escreve muito bem!!

    Ah, já estou participando da promoção!!
    Beijussss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sua resenha está ótima!
    Faz um tempo que eu quero ler esse livro, mas ainda não tive a chance :/

    Beijos!
    Ellen Bueno

    http://thebooksarecalling.com

    ResponderExcluir
  5. Sempre quis ler esse livro, mas nunca foi uma prioridade...
    Eu entendi que é um livro bom, mas não pra quem gosta do mesmo estilo que você... Não sei se eu iria gostar, prefiro livros com esse estilo que você citou rs'

    Beijos
    Geê - almaleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Mar!
    Gostei da sua resenha e apesar de você não ter gostado de alguns pontos, acho que leria o livro.
    Em algumas histórias eu acho que a terceira pessoa fica melhor do que primeira.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. Tem um meme pra você no meu blog!!
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/2012/07/selinho-seu-blog-e-divo.html
    Espero que goste!!

    Beijusss;

    ResponderExcluir
  8. Gosto da capa desse livro, mas ao ler seu post acredito que não entra na minha lista de leitura, mesmo eu adorando livros de autores nacionais.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da capa do livro, e com certeza irei gostar do livro!

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016