Louca sua miga

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Resenha: Por Favor, Não deixem a dor Regressar

Nome do Livro: Por Favor, não deixem a dor Regressar.
Autor: Darlan Hayek Soares
Editora: ArtExpressa Editora
Gênero: Ficção Brasileira
Número de Páginas: 156
Classificação:
Origem do Livro: BookTour
Sinopse:
O que você faria se encontrasse um campo de concentração nos nossos dias? O que faria se descobrisse que o holocausto pode acontecer novamente? Emocione-se com a história de Joel, um operário que é explorado pelo mesmo homem que por vários anos explorou seu próprio pai. Após perder a mãe vítima de uma doença terminal, Joel é obrigado pelo patrão a fazer uma viagem à capital, para supostamente fazer doações a um orfanato local. Sua vida, porém, começa a mudar quando conhece Brunella, uma das meninas do orfanato. Brunella vê em Joel a figura de um pai. Mas tudo começa a mudar quando Brunella e outras meninas do orfanato são misteriosamente raptadas por um grupo que deixa bilhetes com desenhos de suásticas a cada rapto. Envolvido emocionalmente com a pequena Brunella, Joel procura respostas para o desaparecimento da menina, e, encontra algo além do que poderia imaginar. Um campo de concentração, onde um grupo que defende ideais nazistas mantém prisioneiros crianças e estrangeiros. O que restaria a Joel então? Lutar para tentar impedir que a dor de um passado tão obscuro possa regressar.

Resenha:

Joel, um operário infeliz, que teve seu fado de trabalhar na fábrica em que foi tirada a vida de seu pai, recebe uma proposta do tal Ernesto, seu patrão, de viajar para a capital em seu lugar, para visitar um orfanato e fazer a alegria de algumas crianças.
Nesse momento da vida da personagem, a confusão liderava seus pensamentos, já que , acabara de perder sua mãe, e suas irmãs , com exceção uma , vivia em fracassos, tanto profissional quanto em suas vidas pessoais. Já com a perda do contato com sua família, e agora sozinho, sem filhos e esposa, ele aceita a viagem.
Na capital, conhece o prefeito da cidade, que o hospeda em uma pousada cuja dona misteriosa não se via. Verdade, ela não saia de seu quarto escuro, o que deixava Joel o mais intrigado possível. Até aí, já rolaram cem páginas do livro, e nenhum acontecimento marcante.
Após o ocorrido, e a visita ao orfanato , Joel se encanta pela doce Brunella. Sua inocência em calçar sapatos já gastos só por sua visita, o encanta. O operário não tirava a garotinha de sua cabeça.
Seus pensamentos até então, estavam focados em encontrar sua irmã que acabara de desaparecer, Bárbara. Mas, quando em uma noite na pousada, começa a ouvir gritos, seus pensamentos se dirigem a descobrir sua origem. Então, seu resultado foi um pequeno campo de concentração como na Segunda Grande Guerra. Mas não só isso, sua pequena Brunella, que após sua visita desaparecera, estava ali, aprisionada como os judeus no período entre guerras.
Um livro que tinha tudo para ser intrigante, além de emocionante. Uma gama de acontecimentos e mistérios que seriam chaves para torná-lo um espetáculo de livro. Para alguns, pode até ter sido. Mas não no meu caso. A história do livro se passa em apenas 50 páginas, o resto, são só relatos que não alteram a história. Além de suas lembranças repetidas, as quais não precisavam ser citadas tantas vezes, fazendo a história ficar monótona, e um texto cansado.
Sou de achar a literatura brasileira fantástica , e aplaudir de pé diversos autores nossos. Mas confesso que faltou sal na história. Faltaram detalhes. Faltou um final diferente do que o leitor vinha imaginando no decorrer da história. O autor não explorou tudo o que a história tinha para explorar. Repito, o enredo é ótimo, sem contar os mistérios que foram bem pensados. E tinha tudo para dar certo, mas...

Quotes

Sentimentos ruins não doem nos outros, doem em nós mesmos.

5 COMENTÁRIOS:

  1. xiiii, livros monótonos não são pra mim!!
    Nem fiquei com vontade de ler..rsrsrs
    =P

    Uma pena saber que um enredo bom foi tão mal aproveitado, né??

    bjoos!!!

    livrosechocolates.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Mar!

    Gostei da resenha! Você imprimiu a crítica necessária, meus parabéns. Sinceramente? Eu não sei se leria por:
    1- fazer referências à segunda guerra. Fujo de livros assim;
    2- Por ser monótono;
    3- Pelo título. Achei uma escolha horrível!

    Espero que o autor consiga melhorar nos próximos.

    Um grande abraço!
    Blog Seis Milênios

    ResponderExcluir
  3. Olá.

    Passando pra conheçer/visitar seu blog! Adorei ele e já estou seguindo ele, se gostar siga o meu também, adoraria ter-te como seguidor!

    Caso se interesse em parceria entre nossos blogs, leia as políticas do blog, vai ser um prazer receber você como parceiro!

    Beijinhos
    @AngelKiller_
    Blog Anime Daiki
    http://anime-daiki.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. não me interessei pelo livro ,mas deve ser mara!

    ResponderExcluir
  5. Está aí um livro que desde que ouvi falar pela primeira vez não me interessou em nada hehe
    Nem o título, muito menos a sinopse.
    E agora sua resenha confirmou as minhas suspeitas de que o livro não é para mim.
    Ótima resenha, xx

    ResponderExcluir

Olá, escreva o quanto e o que você puder...

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016